Abrir menu principal

Magnaura (em grego: Μαγναύρα; em latim: Magna Aula , lit. "Grande Salão"[1]) era um grande edifício em Constantinopla, considerado por alguns acadêmicos como a sede do senado do Império Bizantino. Localizava-se em frente ao Augusteu,[2] próximo à Basílica de Santa Sofia e ao lado do Portão Calce do Grande Palácio.

Uma porta imponente, descrita por Procópio, provavelmente feita de mármore, levava até um peristilo em torno de um pátio, que levava até a Magnaura; o edifício, uma basílica com três naves, foi usado posteriormente como sala de trono, salão para recepções e, em 849, chegou a ser uma parte transformada em escola (ekpaideutērion) pelo césar Bardas.

Ver tambémEditar

Referências

  1. Evans, James Allan Stewart (2000). Age of Justinian: The Circumstances of Imperial Power (em inglês). [S.l.]: Routledge. ISBN 0415237262, 9780415237260 Verifique |isbn= (ajuda) 
  2. «Reading medieval studies». Graduate Centre for Medieval Studies, Universidade de Reading. Books.google.com 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre um palácio é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.