O mais-trabalho é um conceito da economia marxiana que designa ou trabalho excedente, medido por sua duração, que ultrapassa o trabalho necessário para a produção dos bens requeridos para manter a existência do trabalhador. Este trabalho adicional é a base do enriquecimento dos capitalistas em forma de mais-valia.[1][2]

Ver tambémEditar

Referências

  Este artigo sobre economia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.