Abrir menu principal
Contemporâneo cartaz de uma Mami Wata, "serpente priestess" pintado pelo artista alemão Schleisinger (Hamburg), ca. 1926, exibida em santuários como uma imagem popular de Mami Wata, na África e na diáspora. [1][2]

Mami Wata é um panteão de espíritos ou divindades da água, adorados na África Ocidental, África Central, e África Austral e na diáspora africana, nas Caraíbas e partes da América do Norte e América do Sul.

Atributos de Mami WataEditar

Aparência

Alguns devotos e iniciados têm relatado a antropólogos que Mami Wata é normalmente descrita em excessos. Ela possui uma beleza não humana, cabelos longos não naturais, e uma tez mais leve do que o normal. Também é descrita como uma sereia , que sua cauda tinha uma cor esverdeada , e que se vissem muitos peixes em um local do Rio , diziam que a mami wata estava ali.

Referências

  1. Jell-Bahlsen 1997, p. 105
  2. Chesi 1997, p. 255)

Ligações externasEditar

 
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Mami Wata
  Este artigo sobre religião é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.