Abrir menu principal
Brasão de armas da dinastia Láscaris. Foi Teodoro II Láscaris, filho de Manuel Láscaris, quem introduziu a águia bicéfala como símbolo do Império Bizantino.

Manuel Láscaris (1140 —?)[1] foi um nobre de Niceia, cidade onde se realizou o Primeiro Concílio de Niceia e o Segundo Concílio de Niceia, respetivamente em 325 d.C. e 787. A cidade foi igualmente a capital do Império de Niceia, o maior estado bizantino durante a vigência do Império Latino, o estado cruzado que se seguiu à ocupação de Constantinopla em 1204 durante a Quarta Cruzada.

Índice

Relações familiaresEditar

Foi casado com Joana Caratzaina Focaina, e pai de Constantino "XI" Láscaris, um suposto imperador bizantino eleito às vésperas do saque de Constantinopla, e do imperador Teodoro I Láscaris (c. 1174 - Agosto de 1221)[2], fundador do Império de Niceia, que reinou lá entre (1204 e 1221).

Ver tambémEditar

BibliografiaEditar

Referências

  1. Stuart, Roderick W. Royalty para Plebeus, a linhagem completa conhecido de John de Gaunt, filho de Edward III, rei da Inglaterra, e Philippa Rainha . Quarta Edição. Baltimore: Genealogical Publishing Company, 2002.
  2. George Acropolite , RJ Macrides: George Akropolites: a história, Oxford Estudos em Bizâncio, Oxford University Press, 2007, p. 158