Abrir menu principal
Vista de Marawi.

Marawi (em filipino: Lungsod Islamiko ng Marawi), muitas vezes referida como Marawi City, é a capital e a maior cidade da província de Lanao del Sur, na ilha de Mindanao, nas Filipinas. Segundo o censo de 2015, tem uma população de 201.785 habitantes.

O povo de Marawi são chamados os maranaos e falam a língua maranao. Eles são nomeados assim por conta do lago Lanao, que é chamado Meranau na língua nativa, sobre cujas margens a cidade de Marawi reside. Ela também é chamada de a Capital de Verão do Sul devido à sua maior elevação e clima mais frio.[1]

Batalha de MarawiEditar

Em 23 de Maio de 2017, o Maute e Abu Sayyaf , grupos afiliados ao Estado Islâmico, atacaram a cidade com cerca de 500 homens. O presidente filipino Rodrigo Duterte declarou a lei marcial na ilha de Mindanao, e os combates envolveram meios aéreos. A cidade só foi libertada do controle militante em 17 de outubro e as operações terminaram oficialmente em 23 de outubro.[2][3][4][5]

Referências

  1. Administrator (2010-06-04). "Islamic City of Marawi". Government of the Autonomous Region of Muslim Mindanao Website. Retrieved on 2012-01-27.
  2. Marcelo, Ver (23 de Maio de 2017). «Gov't forces, Maute group clash in Marawi City». CNN Philippines 
  3. Cepeda, Mara (17 de Dezembro de 2018). «Congress extends martial law in Mindanao to end of 2019». Rappler 
  4. Ellis-Petersen, Hannah (e outro) (11 de Novembro de 2018). «Philippines: scores of Islamic State fighters on Mindanao island». The Guardian 
  5. Holmes, Oliver (29 de Maio de 2017). «Explainer: how and why Islamic State-linked rebels took over part of a Philippine city - Rebels linked to the jihadis have hunkered down in Marawi, with close to 100 dead following six days of clashes». The Guardian 
  Este artigo sobre as Filipinas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.