Maria Teresa Gregori

Maria Teresa Gregori Lopes Rocha (São Paulo, 1926 — São Paulo, 17 de dezembro de 2013) foi uma apresentadora de televisão brasileira. Por muitos anos apresentou o programa “Revista Feminina[1].

Descendente de italianos, filha de Enrico Gregori Junior e Ester Paraventi, era formada em contabilidade, mas nos primeiros anos da TV Tupi foi chamada por Abelardo Figueiredo para apresentar o primeiro programa feminino da televisão brasileira. Depois da Tupi, em que ficou de 1958 a 1971, Maria Teresa foi para a TV Bandeirantes em 1973, onde também fez sucesso. O mesmo ocorreu quando em 1983 foi contratada pela TV Gazeta, em que ficou por apenas um ano.

Era casada com Átila Lopes Rocha, com quem teve dois filhos: Marcelo e Átila. Era irmã do jurista e ex-ministro da Justiça José Gregori[2].

Morreu aos 87 anos e foi sepultada no Cemitério São Paulo[3].

Prêmios e indicaçõesEditar

Troféu ImprensaEditar

Ano Categoria Indicação Resultado
1961 Melhor Produtora de TV Maria Teresa Gregori Venceu

Referências

  1. Associação Pró-TV (28 de outubro de 1998). «Maria Teresa Gregori - Biografia - Museu da Televisão Brasileira». Consultado em 21 de dezembro de 2013 
  2. Mônica Bergamo. «Saudade - coluna de Mônica Bergamo». 21 de dezembro de 2013. Consultado em 21 de dezembro de 2013 
  3. Folha de S. Paulo. «Obituário». 19 de dezembro de 2013. Consultado em 21 de dezembro de 2013 
  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.