Abrir menu principal
Maria
Princesa da Grã-Bretanha
Maria pintada por Georg Desmarées.
Condessa de Hesse-Cassel
Período 1 de fevereiro de 1760 - 14 de janeiro de 1772
Antecessor(a) Doroteia Guilhermina de Saxe-Zeitz
Sucessor(a) Filipina de Brandemburgo-Schwedt
 
Cônjuge Frederico II, Conde de Hesse-Cassel
Descendência Guilherme de Hesse-Cassel
Guilherme I, Eleitor de Hesse
Carlos de Hesse-Cassel
Frederico III de Hesse-Cassel
Nascimento 5 de março de 1723
  Leicester House, Londres, Inglaterra, Grã-Bretanha
Morte 14 de janeiro de 1772 (48 anos)
  Hanau, Alemanha
Enterro Hanau, Alemanha
Pai Jorge II da Grã-Bretanha
Mãe Carolina de Ansbach
Brasão

Maria da Grã Bretanha (em inglês: Mary; Londres, 5 de março de 1723Hanau, 14 de janeiro de 1772) foi princesa de Inglaterra como filha do rei Jorge II e de sua esposa, Carolina de Ansbach. Ela foi condessa consorte de Hesse-Cassel como a primeira esposa Frederico II, Conde de Hesse-Cassel.

Primeiros anosEditar

A princesa Maria nasceu em Essex House, Westminster, Londres. O seu pai era o príncipe de Gales, futuro rei Jorge II. A sua mãe era a marquesa Carolina de Ansbach, filha do marquês João Frederico de Brandemburgo-Ansbach.[1]

O seu pai sucedeu ao trono como Jorge II no dia 11 de junho de 1727 e ela passou a ser tratada por SAR A princesa Maria.

CasamentoEditar

O casamento de Maria com Frederico, único filho e herdeiro do conde Guilherme VIII de Hesse-Cassel, foi arranjado. O valor do dote de Maria foi votado no parlamento e ficou nas £40 000.[2]

A princesa Maria casou-se com Frederico por procuração em Londres no dia 8 de maio, e em pessoa no dia 28 de junho de 1740 em Kassel.[1] O casamento foi infeliz e dizia-se que Frederico era "bruto" e "um campónio". Em finais de 1746, Maria fez uma viagem prolongada à Inglaterra para fugir dos maus tratamentos. O casal separou-se em 1754, depois de Frederico se converter ao catolicismo, tendo quatro filhos, três dos quais sobreviveram até à idade adulta.[2] Em 1756, Maria mudou-se para a Dinamarca para cuidar dos filhos da sua irmã, a princesa Luísa da Grã-bretanha, que tinha morrido em 1751. Levou as crianças consigo e elas foram criadas na corte real, tendo os seus filhos casado com princesas dinamarquesas. O seu marido sucedeu ao pai como conde de Hesse-Cassel em 1760 e por isso Maria passou tecnicamente a ser condessa consorte nos seus últimos doze anos de vida, apesar de estar longe do marido.

Maria morreu em 1772, aos 48 anos, em Hanau, Alemanha.

DescendênciaEditar

  1. Guilherme de Hesse-Cassel (25 de dezembro de 1741 - 1 de julho de 1742), morreu aos seis meses de idade.
  2. Guilherme I, Eleitor de Hesse (3 de junho de 1743 – 27 de fevereiro de 1821), casado com a princesa Guilhermina Carolina da Dinamarca; com descendência.
  3. Carlos de Hesse-Cassel (19 de dezembro de 1744 – 17 de agosto de 1836), casado com a princesa Luísa da Dinamarca; com descendência.
  4. Frederico III de Hesse-Cassel (11 de setembro de 1747 – 20 de maio de 1837), casado com a condessa Carolina de Nassau-Usingen; com descendência.

AncestraisEditar

Referências

  1. a b Weir, Alison (2008). Britain's Royal Families, The Complete Genealogy. Londres: Vintage Books. p. 284. ISBN 9780099539735.
  2. a b Williamson, David (2004). "Mary, Princess (1723–1772)". Oxford Dictionary of National Biography. doi:10.1093/ref:odnb/18253
 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Maria da Grã-Bretanha