Marinho (tribuno)

Marinho (em latim: Marinus) foi um oficial romano do século IV, ativo durante o reinado do imperador Constâncio II (r. 337–361). Aparece em 355, quando foi acusado com Africano de estar a conspirar em Sírmio. Foi preso, mas cometeu suicídio em Aquileia antes de seu julgamento. Na ocasião é descrito como tribuno titular. Ele também foi citado na epístola Contra Atanásio (273D) de Juliano.[1]

Referências

  1. Martindale 1971, p. 560.

BibliografiaEditar

  • Martindale, J. R.; A. H. M. Jones (1971). «Marinus 2». The Prosopography of the Later Roman Empire, Vol. I AD 260-395. Cambridge e Nova Iorque: Cambridge University Press