Abrir menu principal

Marketing bancário

O marketing bancário é um serviço especializado resultante das intensas transformações ocorridas no segmento bancário brasileiro nas ultimas décadas, gerou grande volume de fusões e aquisições, caracterizaram a entrada de diversos bancos estrangeiros.

Assim, com a competitividade ainda mais acirrada, as instituições financeiras do Brasil passaram a reconhecer a importância do relacionamento com os clientes como forma de fidelização. O segmento bancário foi um dos primeiros a notar a importância de um tratamento personalizado para os clientes, pela própria segmentação intrínseca à sua atividade, em função da renda, de clientes e outras variáveis.

O marketing bancário é um serviço especializado não só por pertencer ao setor terciário, mas também por apresentar características peculiares não encontradas em outras categorias de serviços.

O profissional de marketing, atuando em instituições financeiras, deve estar atento às
características distintas presentes nas atividades bancárias, como:

  • Regulamentação governamental limitando ou orientando a oferta de dinheiro, uma vez que as conseqüências de suas ações trazem implicações não somente setoriais como também políticas e sociais;
  • Grau de conhecimento do cliente particular, em geral inadequado face ao aspecto abstrato de certos serviços bancários;
  • Estabelecimento de relações permanentes e mais duradouras dos bancos com a clientela em relação a outros mercados.

A diferença consiste na habilidade da empresa em diferenciar-se da concorrência através de outros fatores, além do preço, o que só é possível, quando consegue ser singular em algo valioso pra o consumidor.

A estratégia de diferenciação proporciona isolamento contra a rivalidade competitiva, devido à lealdade dos consumidores para com a marca, e menor sensibilidade ao preço. É possível à empresa aumentar suas margens, criar uma barreira de entrada para os concorrentes, devido à fidelidade dos clientes e a supremacia na sua oferta. As empresas devem se concentrar em fatias de clientes e conhecê-los de forma individualizada para entender e atender suas exigências e demandas

ReferênciasEditar

  • Toledo, Geraldo Luciano. Marketing Bancário. São Paulo: Atlas, 1993.