Martim Anes de Barbuda

Martim Anes de Barbuda ou Martín Yañez de la Barbuda[1][2] (séc. XIV) foi um nobre português, apoiante do lado castelhano durante o conflito de 1383-85. [3] Ocupou o castelo de Monforte.[4] Esteve nas batalhas de Atoleiros, Valverde e Aljubarrota. [5]Derrotado nesta última, na retirada, incendiou Viseu. Mestre da Ordem de Alcântara, afiliada da Ordem de Calatrava, foi nomeado meirinho-mor entre o Tejo e Guadiana. Atacou o reino de Granada numa acção suicida em Abril de 1394, morrendo junto às muralhas de Baeza.[6]

Túmulo de Martim Anes de Barbuda

A 26 de Abril de 1394, o mestre da Ordem de Alcântara D. Martim Anes de Barbuda, influenciado por um eremita que lhe disse que "habia de ganar la cidade de Granada", desafiou o rei de Granada. Apesar de todos os avisos feitos, contra a vontade do próprio rei de Castela e da nobreza, Martim Anes de Barbuda, com uma pequena força militar de 300 lanças e 5000 peões, travou batalha contra o impressionante exército do rei de Granada, composto por 200 000 homens a pé e 5000 a cavalo. Esta batalha desigual, suicida, teve lugar do meio-dia até as seis horas da tarde e nela faleceu o destemido Martim Anes de Barbuda e muitos cavaleiros castelhanos. O corpo do mestre, foi depois levado para a igreja de Santa Maria de Alcântara, onde lhe colocaram o seguinte epitáfio: "Aqui yace aquele en cuyo corazon nunca pavor tuvo entrada".[7]

Considerado por Cristobal Lozano el “fidalgo el mas osado y valiente en su presucion, que tuvo Portugal"[8]

BibliografiaEditar

  1. Pinto, Óscar (Julho de 2014). «D. Martim Anes de Barbuda - Aquele que nunca teve medo» (PDF). Cadernos Barão de Arede (1): 19 
  2. «Yáñez de la Barbuda, Martín (¿-1394). » MCNBiografias.com». mcnbiografias.com. Consultado em 15 de maio de 2022 
  3. «Martín Yáñez de la Barbuda | Real Academia de la Historia». dbe.rah.es. Consultado em 15 de maio de 2022 
  4. «Cristovão Colombo,português? Carlos Fontes». www.filorbis.pt. Consultado em 15 de maio de 2022 
  5. «Martim Eanes de Barbuda | Fernão Lopes». fernaolopes.fcsh.unl.pt. Consultado em 17 de maio de 2022 
  6. «✠ SANTO ZELO : DOM MARTIM YANHES DE BARBUDA (26 de Abril)». ✠ SANTO ZELO. 25 de abril de 2018. Consultado em 15 de maio de 2022 
  7. «El blog de Histo-Rol». Consultado em 15 de maio de 2022 
  8. Lozano, Cristobal (1792). Los reyes nuevos de Toledo: describense las cosas mas augustas,... de esta ciudad (em espanhol). [S.l.]: por la Viuda Piferrer, vendese en su Libreria administradas por Juan Sellent