Abrir menu principal

Masatada Ishii

futebolista japonês

Go Oiwa (em japonês: 石井 正忠 - Ishii Masatada; Ichihara, 1 de fevereiro de 1967) é um ex-futebolista e treinador de futebol japonês que atuava como meio-campista. Atualmente é técnico do Omiya Ardija[1].

Masatada Ishii
Informações pessoais
Nome completo Masatada Ishii
Data de nasc. 1 de fevereiro de 1967 (52 anos)
Local de nasc. Ichihara, Japão
Altura 1,76 m
Informações profissionais
Equipa atual Japão Omiya Ardija
Posição Treinador (Ex-meio-campista)
Clubes de juventude
1985–1988 Japão Juntendo University
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1989–1991
1991–1997
1998
Japão NTT Kanto
Japão Sumitomo Metals/Kashima Antlers
Japão Avispa Fukuoka
43 (0)
109 (3)
1 (0)
Times/Equipas que treinou
2015–2017
2017–
Japão Kashima Antlers
Japão Omiya Ardija
71

Índice

Carreira de jogadorEditar

Formado na Universidade Junkendo, Ishii assinou com o NTT Kanto (atual Omiya Ardija) em 1989, tendo disputado 43 partidas em 3 anos de clube.

Contratado em 1991 pelo Sumitomo Metals - embrião do Kashima Antlers - , que já contava com o consagrado brasileiro Zico em seu elenco, o meio-campista viveu sua melhor fase na carreira, atuando em 109 jogos e marcando 3 gols. Venceu ainda a J-League de 1996, a Supercopa, a Copa da Liga Japonesa e a Copa do Imperador de 1997. Em 1998, Ishii encerrou sua carreira de jogador no Avispa Fukuoka, onde disputou apenas um jogo.

Pós-aposentadoriaEditar

Depois que pendurou as chuteiras, Ishii voltou ao Kashima Antlers, desta vez para integrar a comissão técnica do clube, como preparador físico.

Em julho de 2015, com a demissão de Toninho Cerezo, foi promovido ao comando técnico do Antlers, sendo o primeiro treinador japonês do clube desde 1994 (Takashi Sekizuka chegou a exercer a função em 1998 e 1999, mas como interino), quando Masakatsu Miyamoto era o técnico da equipe. Seu primeiro título foi a Copa da Liga, obtida sobre o Gamba Osaka. Conquistou ainda a J-League de 2016 e ainda viu o Kashima dar trabalho ao Real Madrid na final da Copa do Mundo de Clubes, vencida pela equipe espanhola por 4 a 2 - o treinador fez críticas ao árbitro Janny Sikazwe por este não ter expulsado o zagueiro Sergio Ramos depois de cometer uma falta no meio-campo[2]. Ishii foi eleito ainda o Treinador do Ano da J. League[3].

Após um início de campanha abaixo das expectativas, foi demitido do Kashima em maio de 2017 e posteriormente substituído pelo ex-zagueiro Go Oiwa. Voltaria ao futebol no encerramento da temporada, quando substituiu Akira Ito no Omiya Ardija, na tentativa de evitar o rebaixamento para a segunda divisão. Apesar de não ter conseguido manter os Esquilos na elite do futebol japonês, Ishii permaneceu no cargo para a disputa da J-2.

Ligações externasEditar

Referências

  1. «Ardija appoint Ishii as new manager». Site oficial da J. League (em inglês). 7 de novembro de 2017. Consultado em 7 de novembro de 2017 
  2. Jorge Natan e Rodrigo Cerqueira (18 de dezembro de 2016). «Técnico do Kashima corneta árbitro e quer ser exemplo para "pequenos"». GloboEsporte.com. Consultado em 18 de dezembro de 2016 
  3. «2016Jリーグアウォーズ各受賞発表のお知らせ». Site oficial do Kashima Antlers (em japonês). Consultado em 8 de dezembro de 2016 |2=http://www.so-net.ne.jp/antlers/news/others/57615%7Cbot=InternetArchiveBot}}