Abrir menu principal
Massacre de Glencoe
Parte do primeiro Levante jacobita
West Highland Way 2005 Coe.jpg
Glencoe
Data 12 de fevereiro de 1692
Local Glen Coe, Fort William, Escócia
{{{3}}}[1]
Desfecho Massacre do Clã MacDonald de Glencoe
Beligerantes
Regimento de Infantaria do Conde de Argyll
Clã Campbell e Escoceses das planícies.
Clã MacDonald de Glencoe
Comandantes
Robert Campbell de Glenlyon Alasdair MacIain
Forças
120 nenhuma
Baixas
nenhuma 78
Massacre de Glencoe está localizado em: Escócia
Massacre de Glencoe

O Massacre de Glencoe ou assassinato de Glen Coe (em gaélico escocês: Mort Ghlinne Comhann) aconteceu em Glen Coe, nas Terras Altas da Escócia, no início da manhã de 13 de fevereiro de 1692, no rescaldo da Revolução Gloriosa e das revoltas Jacobitas de 1689 lideradas por John Graham. Começou simultaneamente em três povoados ao longo do vale Invercoe, Inverrigan, e Achnacon. Embora o massacre ter sido efetuado em todo o vale, perseguindo os McDonalds que fugiram. Trinta e oito McDonalds do clã MacDonald de Glencoe foram mortos pelos convidados que estavam hospedando, com o fundamento de que os MacDonalds não tinha sido rápido em jurar sua lealdade aos novos monarcas, William e Mary. Mais de quarenta mulheres e crianças morreram de Hipotermia depois que suas casas foram queimadas.

Referências

  1. «Site Record for Glencoe, National Trust For Scotland Glencoe Visitor Centre». Royal Commission on the Ancient and Historical Monuments of Scotland . Localização no NTS.
  Este artigo sobre um conflito armado é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.