Abrir menu principal

Floresta de galeria

(Redirecionado de Mata de Galeria)
Floresta de galeria nas montanhas de Simandou, Guiné.

Florestas ou matas de galeria são florestas que formam corredores ao longo dos rios e áreas úmidas e se projetam na paisagem, tornando-se esparsas em áreas de savanas, pradarias e desertos.

Esse tipo de vegetação existe em áreas que não suportam florestas de terra firme por uma série de razões: o tipo de solo, a umidade, etc. Zonas ripárias oferecem proteção ao fogo e estresse por escassez de água.[1] Ademais, solos de aluvião oferecem grande fertilidade e melhor drenagem, tal como maior aporte de água. Como resultado, a fronteira entre a floresta de galeria e as áreas abertas ao redor é bem marcada e abrupta, com o ecótono tendo apenas alguns metros de largura.[2]

Esse tipo de vegetação diminui de extensão em todo o mundo como resultado de atividades humanas, incluindo a criação de animais domésticos, que evita o crescimento das sementes e a construção de barragens e represas que alteram o nível normal das margens dos rios.

No CerradoEditar

Definidas como vegetações florestais de extensão longa e estreita e associadas a rios,[3] as matas de galeria são estruturalmente e floristicamente heterogêneas.[4] Suas diferentes fisionomias estão associadas a variações de relevo e solo.[5]

A composição florística das florestas de galeria no domínio do Cerrado, ao norte e oeste, é próxima à da Floresta Amazônica.[6] Já na região central e no sudeste do domínio do Cerrado, lembra mais a composição das florestas estacionais semideciduais montanas.[4] Embora possuam espécies endêmicas, muitas espécies das florestas de galeria são generalistas, e ocorrem também no cerrado sensu stricto.[6]

Ver tambémEditar

Referências

  1. J. Biddulph and M Kellman, 1998 "Fuels and fire at savanna-gallery forest boundaries in southeastern Venezuela", Journal of Tropical Ecology 14
  2. J. S. Beard, 1955. "A Note on Gallery Forests", Ecology 36:2
  3. Haridasan, M. 1998. Solos de Matas de Galeria e Nutrição Mineral de Espécies Arbóreas em Condições Naturais; p. 19-20 In J.F. Ribeiro (org.). Cerrado: matas de galeria. Planaltina: Embrapa.
  4. a b Urbanetz, C., Shimizu, G. H., & Lima, M. I. S. (2013). An Illustrated Angiosperm Flora of Cerrado and Riparian Forest, São Carlos, Brazil. Check List, 9(2), 275-293.
  5. Silva Júnior, M.C., J.M. Felfili, P.E. Nogueira and A.V. Rezende. 1998. Análise Florística das Matas de Galeria no Distrito Federal; p. 52-84 In J.F. Ribeiro (org.). Cerrado: matas de galeria. Planaltina: Embrapa.
  6. a b Oliveira-Filho, A.T. and Ratter, J.A. 1995. A study of the origin of Central Brazilian forests by the analysis of plant species distribution patterns. Edinburgh Journal of Botany 52:141-194.

BibliografiaEditar