Meiolania, conhecidas por vezes como tartarugas-gigantes-australianas, é um gênero extinto de tartaruga Cryptodira, que viveu do Oligoceno até o Holoceno, com as últimas populações, na Nova Caledônia, que sobreviveram até 2.000 anos atrás.

Meiolania
Intervalo temporal:
NeogenoHoloceno
Meiolania platyceps
Classificação científica e
Domínio: Eukaryota
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Reptilia
Clado: Pantestudines
Clado: Testudinata
Família: Meiolaniidae
Gênero: Meiolania
Owen, 1886[1]
Espécies
  • M. brevicollis Megirian, 1992
  • M. platyceps Owen, 1886
  • M. mackayi Anderson, 1925
  • (lista incompleta)
Sinónimos
  • Miolania
  • Ceratochelys

O animal era muito grande, medindo 2,5 metros (8,2 pés) de comprimento,[2] tornando-o maior da tartaruga conhecida não-marinha. Ele vivia na Austrália e na Nova Caledônia ; comia plantas. Seus parentes sobreviventes são as tartarugas Cryptodira da América do Sul. Os espécimes Meiolania que viveram na Nova Caledônia e Lord Howe eram muito menores que seus parentes gigante do continente australiano.[3]

Quando o primeiro fóssil (a vértebra) foi encontrado, pensava-se que pertencia a um lagarto monitor grande, semelhante, mas menor do que Megalania, portanto, o gênero foi nomeado em conformidade. Mais tarde, quando mais fósseis foram encontrados, percebeu-se que o espécime (apelidado de "o pequeno vagabundo") era na verdade uma tartaruga, e não um lagarto.[4]

Anatomia editar

Meiolania tinha um crânio que ostentava muitas saliências,e com dois grandes chifres no topo da cabeça. O crânio tinha uma largura total de 60 centímetros. A cauda era protegida por "anéis" blindados, e ostentava afiadas espigas. A forma do corpo de Meiolania pode ser comparada com a forma corporal dos da anquilossauros.

Referências

  1. Owen, Richard (1 de janeiro de 1886). «Description of Fossil Remains of Two Species of a Megalanian Genus (Meiolania) from "Lord Howe's Island"». Philosophical Transactions of the Royal Society. 177: 471–480. Bibcode:1886RSPT..177..471O. doi:10.1098/rstl.1886.0015  
  2. *Hypescience. «A extinção da tartaruga gigante pode ter sido culpa de nossos ancestrais». 17 de agosto de 2010. Consultado em 20 de julho de 2019 
  3. *Grupo AVPH. «Tartaruga gigante de chifres de Lord Howe». Consultado em 20 de julho de 2019 
  4. White, Arthur W.; Worthy, Trevor H.; Hawkins, Stuart; Bedford, Stuart; Spriggs, Matthew (31 de agosto de 2010). «Megafaunal meiolaniid horned turtles survived until early human settlement in Vanuatu, Southwest Pacific». Proceedings of the National Academy of Sciences (em inglês) (35): 15512–15516. ISSN 0027-8424. PMID 20713711. doi:10.1073/pnas.1005780107. Consultado em 10 de dezembro de 2020 
  Este artigo sobre tartarugas, integrado no Projeto Anfíbios e Répteis é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.