Abrir menu principal

Metrópole Digital

Metrópole Digital é um instituto do Ministério da Ciência e Tecnologia em parceria com o Governo do Estado do Rio Grande do Norte, cujo objetivo é transformar o estado num polo de formação, estudos e atividades em tecnologias da informação e comunicação (TICs)[1] disponibilizando mão-de-obra para o mercado nacional e internacional.[2]

Administrado pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte[3], o projeto foi criado mediante um convênio assinado em 24 de abril de 2008[4][5] e funciona em dois prédios no campus da universidade:[6] o Centro Integrado de Vocação Tecnológica (CIVT), que será o órgão gerente das ações de formação de jovens em programa de computadores (software) e língua estrangeira voltado à informática em nível tecnológico; e o Núcleo de Pesquisa e Inovação em Tecnologia da Informação (NPITI) que será o local onde funcionarão laboratórios equipados com computadores e máquinas de última geração para treinamento dos alunos, assim como para consultoria e atendimento à demanda de incubadoras de empresas do ramo.[7]

SeleçãoEditar

A primeira leva de seleção dos candidatos deu-se por intermédio de uma prova composta por 30 questões de conhecimentos gerais e raciocínio lógico elaborada pela Comissão Permanente do Vestibular, a Comperve. Concorreram 6.958 candidatos para 1.200 vagas.[8] As aulas começaram a ser ministradas no dia 29 de março de 2010.[9]

ReferênciasEditar

Ligações externasEditar

  Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.