Abrir menu principal
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde Fevereiro de 2009). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Michel Deguy (Paris, em 23 de maio de 1930) é um escritor e poeta francês. Ele ensinou literatura francesa na Universidade de Paris VIII (Saint-Denis) por muitos anos. Como tradutor, traduziu Heidegger, Gongora, Safo, Dante e muitos outros. Deguy ganhou os seguintes prêmios por seu trabalho: o Prix Mallarmé, o Grande prêmio da poesia, o Prix Max Jacob, o Grande Prêmio de Poesia da Academia Francesa, o Prix Fénéon e o Prix Joseph-Kessel.[1] Participa do comitê editorial de revistas como Critique e Les Temps Modernes. Dirigiu, de 1990 a 1992 o Collège International de Philosophie e, de 1992 a 1998, a Maison des Écrivains Étrangers et Traducteurs.

É o diretor da revista Po&sie que ele próprio criou em 1977 e editor de Les Temps Modernes, a revista literária fundada por Jean-Paul Sartre. Em 1998, recebeu o Grande Prêmio francês de poesia e, em 2004, o Grande Prêmio de poesia da Academia Francesa.

Referências

  Este artigo sobre um(a) escritor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.