Abrir menu principal

Midelburgo[1] ou Midleburgo (Middelburg, em neerlandês) é uma cidade e município no sudoeste dos Países Baixos. Capital da província da Zelândia, encontra-se na península de Walcheren e conta com uma população de cerca de 46 600 habitantes.

Midelburgo
Prefeitura municipal de Midelburgo
Prefeitura municipal de Midelburgo
Bandeira oficial de Midelburgo
Brasão oficial de Midelburgo
Bandeira Brasão
LocatieMiddelburg.png
Coordenadas 51° 30' N 3° 37' E
País  Países Baixos
Província Zelândia
Área  
  Total 53,05 km²
    Água   4,41 km²
População  
  Cidade (1 de junho de 2007) 47.308
    Densidade   973/km²
  Statistics Netherlands, Statline.
Fuso horário
  Verão (DST)
CET (UTC+1)
CEST (UTC+2)
Portal A Wikipédia possui o
Portal dos Países Baixos

HistóriaEditar

A história de Midelburgo tem início no princípio do século IX ou no final do século VIII. A mais antiga menção à cidade faz referência a três vilarejos fortificados ("borgs") erguidos em Walcheren (na época, uma ilha) para enfrentar incursões viquingues. Em 844, construiu-se um mosteiro no local, que continuou em uso até a Guerra dos Oitenta Anos, quando o norte dos Países Baixos ganhou a sua independência da Espanha.

Midelburgo recebeu privilégios municipais em 1217. Durante a Idade Média, tornou-se um importante centro mercantil no comércio entre a Inglaterra e as cidades de Flandres. Posteriormente, no século XVII, foi um centro de relevo para a Companhia Holandesa das Índias Orientais.

Grande parte da cidade antiga foi arrasada por bombardeios em 17 de maio de 1940, pela Luftwaffe alemã, para forçar a rendição dos exércitos neerlandeses na Zelândia. Após a guerra, procurou-se restaurar, tanto quanto possível, o centro; os arquivos municipais, porém, foram perdidos para as chamas.

Após a reconstrução, a Midelburgo moderna recuperou muito de seu caráter histórico. Grandiosas casas e armazéns mercantis dos séculos XVII e XVIII alinham-se ao longo dos canais, num estilo semelhante ao encontrado em cidades como Amsterdã. O fosso da cidade velha ainda existe, bem como um dos portões municipais, o Koepoort. Parte do fosso do século XVIII e as obras defensivas foram demolidos no século XIX para permitir a abertura de um canal que cruza o Walcheren de Flessingue a Veere. A abadia medieval é usada hoje como museu e é a sede do governo provincial.

Referências

  1. A forma vernácula é atestada pelo DOELP, verbete "Midelburgo".

Ligações externasEditar