Miguel Pro

Miguel Agustin Pro (Guadalupe, 13 de janeiro de 1891 - Cidade do México, 23 de novembro de 1927) foi um padre católico, membro da Companhia de Jesus[1].

Miguel Pro (1891-1927).jpg

Foi condenado à morte, acusado injustamente de participação em um atentado contra o ex-presidente Álvaro Obregón. Foi fuzilado gritando "Viva Cristo Rei!"[2].

Em 25 de setembro de 1988, foi beatificado por João Paulo II.

Referências

  1. Biografía. Padre Pro (em espanhol)
  2. Martir de Cristo Rey. Capellania del Padre Pro (em espanhol)

Ligações externasEditar

 
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Miguel Pro
 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Miguel Pro
  Este artigo sobre catolicismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.