Abrir menu principal
Marco miliário do Capitólio de Roma. Ele representava o marco zero de todas as estradas consulares

Milha romana (em latim: mille passus lit. "mil passos"; abr. m.p.; ou em latim: mille passuum[nota 1] ou ainda em latim: mille) era uma unidade de medida romana de distância que correspondia a mil passos de dois tempos cada. Os antigos romanos, quando marchavam seus exércitos por territórios não mapeados, geralmente fincavam uma estaca no chão à cada mil passos, conhecidas como marcos miliários.[nota 2] Por isso, tropas mais bem alimentadas e brutalmente incentivadas, em dias de bom tempo, perfaziam milhas (a distância entre as estacas) mais longas. A medida foi indiretamente padronizada pela criação do pé romano por Marco Vipsânio Agripa (utilizando a medida de seu próprio pé) em 29 a.C.[2] e a definição de um passo como tendo cinco pés.

Uma milha romana imperial teria, portanto, 5 000 pés romanos. Agrimensores com equipamentos especializados (como a decêmpeda e a dióptra) trataram de disseminar seu uso[3]. Atualmente, a milha romana imperial de Agripa foi empiricamente determinada como medindo cerca de 1 418 metros[4]. Nas regiões helênicas do Império Romano, a milha romana (em grego: μίλιον; transl.: mílion) foi utilizada em complemento às unidades gregas como equivalente a 8 estádios de 600 pés gregos. A mílion continuou a ser utilizada como unidade de medida bizantina e emprestou seu nome ao marco zero do Império Bizantino, o Milião, localizado no começo da Mese, perto de Santa Sofia, em Constantinopla.

NotasEditar

  1. Uma construção genitiva partitiva que significa literalmente "um milhar de passos".[1]
  2. Depois passou-se a construir marcos miliários em pedra para marcas as distâncias nas estradas romanas

Referências

BibliografiaEditar

  • Smith, Sir William; Cheetham, Samuel (1875). Dictionary of Greek and Roman Antiquities. [S.l.]: Little, Brown and Company