Abrir menu principal
Misao Fujimura
Nascimento Julho, 1886
Morte Maio, 22
Nota de suicídio no tronco de uma árvore.

Misao Fujimura (藤村 操, Fujimura Misao?, Julho 1886 – Maio 22, 1903) foi um estudante de filosofia e poeta japonês, lembrado em grande parte por seu poema de adeus.

BiografiaEditar

Fujimura nasceu em Hokkaido. Seu avô era um samurai formado do Domínio de Morioka, e seu pai se mudou para Hokkaido após a Restauração Meiji como diretor precursor do Banco de Hokkaido. Fujimura se graduou do ensino fundamental em Sapporo, e se mudou para Tóquio onde ele atendeu a uma escola preparatória para a entrada na Universidade de Tóquio.

Ele depois viajou para as Cataratas de Kegon em Nikko, um espaço cênico famoso, e escreveu o seu poema de adeus diretamente no tronco de uma árvore antes de cometer suicídio. [1] Seu túmulo está no Cemitério Aoyama em Tóquio.

A história foi logo sensacionalizada nos jornais contemporâneos, e foi comentada pelo famoso escritor Natsume Soseki, um professor de inglês na escola do ensino médio de Fujimura. Mais tarde Soseki escreveu sobre sua morte no romance Kusamakura.

Referências

  1. «Nota de Suicídio». Consultado em 22 de julho de 2015. Arquivado do original em 8 de dezembro de 2015