Abrir menu principal
Moacyr de Góes
Nascimento agosto de 1930
Natal
Morte 27 de março de 2009 (78 anos)
Rio de Janeiro
Cidadania Brasil
Filho(s) Moacyr Góes
Ocupação escritor

Moacyr de Góes (Natal, agosto de 193027 de março de 2009) foi um escritor, educador e bacharel em Direito brasileiro. Tornou-se notório por seu trabalho como Secretário de Educação, em Natal, durante o governo de Djalma Maranhão, em 1964.

BiografiaEditar

Como escritor e educador, participou do movimento de alfabetização popular, com a campanha "De Pé no Chão Também se Aprende a Ler". Apesar de ter beneficiado mais de 40 mil alunos com esse projeto, foi afastado do cargo e de suas funções públicas pelo golpe militar de 1964. Logo nos primeiros meses de Ditadura foi preso e punido como subversivo.

Após a Anistia, 1979, foi aposentado como professor da Universidade Federal do Rio Grande do Norte - UFRN, sendo em seguida, transferido e integrado a Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ, durante a gestão de Adolfo Polilo.

 
Alegoria em homenagem a Moacyr de Goés, no carnaval de 2010.

Morreu no ano de 2009, aos 78 anos de idade, em decorrência de um câncer, ao qual já lutava há 3 anos.[1][2][3]

Em 2010, foi um dos homenageados no enredo "De pé no chão também se aprende a ler, Cosmos conta essa história popular", da escola de samba carioca Unidos de Cosmos[4]

Referências