Abrir menu principal
Disambig grey.svg Nota: Se procura espécie de morcego, veja morcego-negro.


Morcego Negro
Personagens Anthony Quinn
Criado por Murray Leinster
Primeira aparição Black Bat Detective Mysteries (outubro de 1933); Black Book Detective (julho de 1939)
Editora(s) Berryman Press ; Thrilling Publications

Morcego Negro (Bat Black no original) é o nome de dois heróis da literatura pulp norte-americana, criados na década de 1930, conhecidos por conta da semelhança com o Batman da DC Comics, o primeiro foi criado por Murray Leinster (pseudônimo do escritor William Fitzgerald Jenkins) em 1933 para a revista Black Bat Detective Mysteries, o personagem é parecido com Simon Templar, o Santo, criado por Leslie Charteris, ao contrário do Santo, o Morcego Negro de Leinster nunca teve sua verdadeira identidade, o segundo foi lançado em julho de 1939 pela editora Thrilling Publications de Ned Pines (também conhecida como Standard e Better) na revista Black Book Detective, [1] nessas versão, o herói é o promotor Anthony Quinn, que teve o rosto desfigurado com ácido e se tornou um vigilante mascarado.

Índice

Morcego Negro e BatmanEditar

Tanto o Morcego Negro da Thrilling, quanto o Batman chegaram às bancas ao mesmo tempo, e ambos alegaram que o outro era uma cópia. As ameaças de processos foram encerradas quando o editor da DC, Whitney Ellsworth, que já havia trabalhado para os editores do Morcego Negro, intermediou um acordo que permitiu que ambos os personagens poderiam coexistir pacificamente. É provável que os trajes de ambos os personagens tenham sido inspirados nas ilustrações do primeiro Morcego Negro, embora que nas histórias, suas roupas não seja diferente de nenhum outro homem. O criador do Batman, Bob Kane sempre sustentou que a inspiração para o Batman veio de um vilão do filme The Bat Whispers (1930). No entanto, o Morcego Negro tenha influenciado o Batman: O assistente de Kane, Bill Finger, chamou atenção de Kane para as luvas originais do personagem rival usava. Posteriormente, "barbatanas" semelhantes foram adicionados às luvas do Batman que permanecem até hoje.[2]

Bibliografia pulpEditar

Primeiro Morcego Negro (revista Black Bat Detective Mysteries)
  1. "The Body in the Taxi" (outubro de 1933)
  2. "The Coney Island Murders" (novembro de 1933)
  3. "The Hollywood Murders" (dezembro de 1933)
  4. "Murder At First Night" (janeiro de 1934)
  5. "The Maniac Murders" (fevereiro de 1934)
  6. "The Warehouse Murders" (abril de 1934)
Segundo Morcego Negro (Black Book Detective)
  1. The Brand of the Black Bat (julho de 1939)
  2. Murder Calls the Bat (setembro de 1939)
  3. The Black Bat Strikes Again (novembro de 1939)
  4. The Black Bat’s Challenge (janeiro de 1940)
  5. The Black Bat’s Spy Trail (março de 40)
  6. The Black Bat’s Crusade (maio de 1940)
  7. The Black Bat’s Flame Trail (julho de 1940)
  8. The Black Bat’s Triumph (setembro de 1940)
  9. The Black Bat and the Trojan Horse (novembro de 1940)
  10. The Black Bat’s Dragon Trail (janeiro de 1941)
  11. The Black Bat’s Justice (março de 1941)
  12. The Black Bat and the Red Menace (maio de 1941)
  13. The Black Bat’s Summons (julho de 1941)
  14. The Black Bat’s Invisible Enemy (setembro de 1941)
  15. "The Voice of Doom" (novembro de 1941)
  16. "The Eyes of the Blind" (janeiro de 1942)
  17. "The Blackout Murders" (março de 1942)
  18. "Shadow of Evil" (maio de 1942)
  19. "The Faceless Satan" (julho de 1942)
  20. "The Murder Prophet" (setembro de 1942)
  21. "The Nazi Spy Murders" (novembro de 1942)
  22. "The Seventh Column" (janeiro de 1943)
  23. "Millions for a Murder" (março de 1943)
  24. "Captains of Death" (maio de 1943)
  25. "Without Blood They Die" (verão de 1943)
  26. "Guardians in Black" (outino de 1943)
  27. "Markets of Treason" (inverno de 1944)
  28. "The White Witch" (primavera de 1944)
  29. "Death For Charity" (verão de 1944)
  30. "Murder Deals in Ersatz" (outono de 1944)
  31. "The Skeleton’s Secret" (inverno de 1945)
  32. "The Marked Man" (primavera de 1945)
  33. "Murder on the Loose" (verão de 1945)
  34. "Murder Among the Dying" (outono de 1945)
  35. "Blind Man’s Bluff" (inverno de 1946)
  36. "The Man Behind Murder" (primavera de 1946)
  37. "The Survivor Murders" (verão de 1946)
  38. "With Malice Aforethought" (outono de 1946)
  39. "The Crime To Come" (fevereiro de 1947)
  40. "The Lakeside Murder" (abril de 1947)
  41. "The Murder Prophet" (junho de 1947)
  42. "Dead Man’s Plunder" (agosto de 1947)
  43. "The Long Ago Murder" (outubro de 1947)
  44. "City of Hidden Death" (dezembro de 1947)
  45. "The Coiled Serpent" (fevereiro de 1948)
  46. "Inheritance of Murder" (abril de 1948)
  47. "The Murder Maker" (junho de 1948)
  48. "The Lying Killers" (setembro de 1948)
  49. "City of Hate" (novembro de 1948)
  50. "Thirty-One Deadly Guns" (janeiro de 1949)
  51. "The Riddle of the Dead Man’s Bequest" (março de 1949)
  52. "Murder’s Playground" (maio de 1949)
  53. "The Missing Million" (verão de 1949)
  54. "The Dennison Document" (outono de 1949)
  55. "Murder Town" (inverno de 1950)
  56. "Blueprint of Crime" (primavera de 1950)
  57. "The Murder Genius" (verão de 1950)
  58. "The Black Bat Fights For Life" (outono de 1950)
  59. "The League of Faceless Men" (inverno de 1951)
  60. "The Dangerous Corpse" (primavera de 1951)
  61. "The Killer Who Wasn’t" (inverno de 1952)
  62. "The Eyes of Death" (primavera de 1952) [anunciada, mas nunca publicada]
  63. "Hot, Willing--and Deadly" (nverno de 1953)
  64. "The Lady of Death" (primavera de 1953) [foi publicado com o personagem Morcego Negro alterado para Myro Catin]
  65. "The Celebrity Murders" (verão de 1953) [história não publicada escrita por Norman Daniels].

Histórias em quadrinhosEditar

 
Mask em Exciting Comics #7 (janeiro de 1941), arte de Raymond Thayer

Devido aos problemas com o Batman, Nedor Comics selo de quadrinhos da Thrilling, não fez uma série de quadrinhos do Morcego Negro, no entanto, lançou o herói Mask, nitidamente inspirado no Morcego Negro, o personagem foi publicado nas primeiras vinte edições da revista Exciting Comics.[3]

Em 2010, a Moonstone Books inclui o Morcego Negro em uma série baseada em heróis de quadrinhos em domínio público e em heróis pulps, a revista Black Bat Double Shot: Black Death, foi escrita por Mike Bullock e ilustrada por Michael Metcalf.[4] A DC usou o nome Black Bat em uma personagem das histórias do Batman, o codinome foi usado por Cassandra Cain, que era anteriormente havia sido Batgirl.

Em 2012, a Dynamite Entertainment lançou uma nova versão do herói, Tony Quinn, um advogado de defesa que ficou desfigurado com ácido,[5] no mesmo ano, ele participa do crossover Masks, ao lado de outros heróis mascarados (O Besouro Verde, O Sombra, Zorro, Miss Fury, The Spider, Green Lama e Black Terror) com roteiros de Chris Roberson e arte de Alex Ross. A trama é baseada em histórias de The Spider, escritas por Norvell Page na década de 1930.[6]

No BrasilEditar

As histórias dos pulps da Thrilling foram publicadas na revista na revista X-9[7] do jornal O Globo, que posteriormente foi assumida pela Rio Gráfica Editora (ambas de propriedade do jornalista Roberto Marinho).

Em 2015, a Mythos Editora publicou pela primeira vez no país, uma história em quadrinhos com a presença do herói Tony Quinn, em edição encadernada, a minissérie Masks, com o título traduzido para Máscaras.[8]

Referências

  1. Les Daniels. Batman: the complete history. Chronicle Books, 1999 ISBN 9780811824705
  2. Comic Book Legends Revealed #179, Comic Book Resources
  3. Ron Goular (2000). Comic Book Culture: An Illustrated History. [S.l.]: Collectors Press, Inc. pp. 92 e 93. 9781888054385 
  4. Leandro Damasceno (13 de maio de 2010). «Moonstone lança evento Return of the Originals». HQManiacs 
  5. http://hqmeditora.com.br/Dynamite_apresenta_o_novo_Black_Bat_37649.html
  6. Leonardo Vicente Di Sessa (12 de julho de 2012). «Masks: uma reunião de heróis pulps». HQManiacs 
  7. Edgard Steffen (7 de junho de 2014). «Sobre quadrinhos e morcegos». Cruzeiro do Sul 
  8. Máscaras