Abrir menu principal

Motor de cinco cilindros em linha

Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde agosto de 2019). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
O Volvo B5252S é um exemplo de carro com cinco cilindros em linha.
Reihenmotor Fünf Zylinder.gif

Os motores de cinco cilindros em linha possuem os cilindros alinhados compartilhando um único bloco.

O uso dos motores de cinco cilindros em linha, por parte da indústria automobilística é mais recente do que os motores de quatro e seis cilindros em linha e os V6, mas vem crescendo.

Atualmente é usado em motores de 2200 cm³ até 2900 cm³.

CaracterísticasEditar

Os motores de 5 cilindros são a configuração de motor mais simples onde ocorre produção de potência sem intermitência.

A vantagem de um motor de cinco cilindros em linha comparado a um motor de quatro cilindros em linha de cilindrada equivalente, pode ser melhor compreendida, analisando o ciclo de produção potência. Nos motores de quatro tempos, (Otto ou Diesel, ocorre uma combustão em cada um dos cilindros a cada duas voltas do virabrequim, ou seja a cada 720°. Se considerarmos um motor de acendimento uniforme, nós podemos dividir os 720° pelo número de cilindros, para determinar a freqüência com que ocorre produção de potência no motor. Assim para um motor de 4 cilindros teremos o início de uma combustão a cada 180° (720° ÷ 4 = 180°).

Um curso ou tempo de produção de potência (combustão) dura no máximo 180° de rotação do virabrequim, isso faz com que somente ocorra o início de um tempo de combustão após o fim da combustão em outro cilindro, não havendo sobreposição entre uma combustão e outra. Na prática ocorre intermitência visto que no início e no final de cada combustão a produção de potência é nula.

Nos motores com menos de quatro cilindros ocorre produção de potência de forma intermitente. Tomando como exemplo um motor de três cilindros, ocorre o início de uma combustão a cada 240° (720°÷ 3=240°), como a produção de potência dura no máximo 180°, teremos um "silêncio" de no mínimo 60° entre o término da combustão em um cilindro e o início da combustão em outro cilindro.

Num motor de seis cilindros ocorre o início de uma combustão a cada 90° (720° ÷ 6=120°), neste ocorre sobreposição teórica é de 60° (180°-120°=60°).

Nos motores de cinco cilindros ocorre o início de uma combustão a cada 144° (720°÷ 5=144°), neste caso, teóricamente, ocorre sobreposição de 36° (180°-144°=36°).

Na prática, a sobreposição é menor de que 36°, porém é maior que zero graus. Isso torna o funcionamento dos motores de cinco cilindros consideravelmente melhor do que os motores de quatro cilindros.

UsosEditar

Motores de cinco cilindros em linha são utilizados por diversas montadoras de automóveis, dentre elas:

O uso em veículos comerciais é menos freqüente que os motores de quatro ou seis cilindros.

Os modelos a seguir são equipados com motores de cinco cilindros em linha:

  • Mercedes-Benz:
    • Accelo 715 C;
    • Anos 70, 80 e 90: Motor OM355/5 caminhões 1519, 1520, 1524, 1525, 2219 e 2220 e ônibus O355/5, O364 11R, O371UP e O371R; Motor OM449LA: caminhões 1625, 2325, 1630 e 1632 e ônibus O400R, O400UP, O400UPA e OH-1628L
  • Scania: motor de 9 litros que equipa os P230, P270, P310 e os ônibus F310, K230, K270, K310.
  Este artigo sobre motor é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.