Mulhacén

Disambig grey.svg Nota: Este artigo é sobre a montanha. Para o rei muçulmano de Granada, veja Alboácem Ali de Granada.

O Mulhacén é a mais alta montanha da Espanha continental e da Península Ibérica. É o ponto mais elevado da Serra Nevada na Cordilheira Penibética e atinge os 3 478,6 metros de altitude, 3285 m de proeminência topográfica (o cume-pai é o Balmhorn, na Suíça) e 528,79 km de isolamento topográfico (o pico mais alto mais próximo é o Arin' Ayachi em Marrocos)[1].

Mulhacén
Vista da face norte do Mulhacén
Mulhacén está localizado em: Espanha/relevo
Mulhacén
Localização do Mulhacén em Espanha
Coordenadas 37° 3' 12" N 3° 18' 41" O
Altitude 3478 m (11 413 pés)
Proeminência 3285 m
Cume-pai: Balmhorn
Isolamento 528,79 km
Listas Ultra
Localização Flag of Spain.svg Espanha, Granada
Cordilheira Serra Nevada, Cordilheira Penibética
Primeira ascensão anterior ao século XV por desconhecidos

Embora não tenha uma altitude muito significativa, o Mulhacén é a montanha europeia mais alta fora do Cáucaso e dos Alpes. Excluindo as ilhas Canárias, é também o terceiro pico da Europa Ocidental em proeminência topográfica, apenas ultrapassado pelo monte Branco e pelo monte Etna, e o 64.º no mundo. O cume não é excecionalmente dramático em termos de declive ou relevo. O flanco sul é suave, e apresenta pouca dificuldade técnica para a escalada. Pode ser escalado num dia só a partir de Capileira ou de Trevélez, duas aldeias das Alpujarras.

Deve o seu nome a Mulei Alboácem, conhecido pelos Castelhanos como Mulhacén, o antepenúltimo rei mouro de Granada (r. 1464–1485), que de acordo com uma lenda está sepultado no topo.

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Mulhacén

Referências

  1. peakbagger.com. «Mulhacén». Consultado em 17 de maio de 2016