Abrir menu principal

Murder on the Orient Express (1974)

Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde agosto de 2018). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Murder on the Orient Express
Um Crime no Expresso Oriente[1], ou
Um Crime no Expresso do Oriente[2][3]
 (PRT)
Assassinato no Expresso Oriente[4], ou
Assassinato no Expresso do Oriente[5]
 (BRA)
 Reino Unido
1974 •  cor •  127 min 
Direção Sidney Lumet
Roteiro Paul Dehn
Elenco Albert Finney
Lauren Bacall
Martin Balsam
Jean-Pierre Cassel
Ingrid Bergman
Anthony Perkins
Jacqueline Bisset
Sean Connery
John Gielgud
Género filme de suspense
filme policial
filme de mistério
Idioma língua inglesa

Murder on the Orient Express é um filme britânico de 1974, dos gêneros suspense e policial, realizado por Sidney Lumet. O roteiro ou guião foi baseado no livro Murder on the Orient Express, de Agatha Christie, publicado em 1934. Em 2001 foi feita uma versão para a televisão de mesmo nome'.[6]

Índice

SinopseEditar

Nada menos que um telegrama aguarda Hercule Poirot (Albert Finney) na recepção do hotel em que se hospedaria, na Turquia, requisitando seu retorno imediato a Londres. O detetive belga, então, embarca às pressas no Expresso do Oriente, inesperadamente lotado para aquela época do ano. O trem expresso, porém, é detido a meio caminho da Iugoslávia por uma forte nevasca, e um passageiro com muitos inimigos é brutalmente assassinado durante a madrugada. Caberá a Poirot descobrir quem entre os passageiros teria sido capaz de tamanha atrocidade, antes que o criminoso volte a atacar ou escape de suas mãos.

ElencoEditar

Prémios e nomeaçõesEditar

Óscar

  • Venceu na categoria de melhor atriz coadjuvante (Ingrid Bergman), além de ser indicado nas categorias de melhor ator (Albert Finney), melhor roteiro adaptado, melhor fotografia, melhor figurino e melhor trilha sonora - drama.

BAFTA

  • Ganhou três prêmios no BAFTA, nas categorias de melhor ator coadjuvante (John Gielgud), melhor atriz coadjuvante (Ingrid Bergman) e melhor trilha sonora. Recebeu ainda outras sete indicações, nas categorias de melhor filme, melhor Diretor, melhor ator (Albert Finney), melhor direção de arte, melhor fotografia, melhor edição e melhor figurino.
  A Wikipédia tem os portais:

Referências