Abrir menu principal
Under construction icon-yellow.svg
Este artigo carece de caixa informativa ou a usada não é a mais adequada. Foi sugerido que adicionasse esta.
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde abril de 2016)
Por favor, melhore este artigo inserindo fontes no corpo do texto quando necessário.

Mursilis I foi um rei dos hititas cerca de 1556-1526 a.C (breve cronologia) e foi o neto de seu predecessor, Hatusil I.

Mursilis é creditado com a conquista do reino de Iamade e sua capital, Alepo, no norte da Síria. Cerca de 1531 a.C., Mursilis liderou uma marcha sem precedentes de 2000 km para o sul do centro da Mesopotâmia, onde saqueou a cidade da Babilônia, pondo fim à dinastia amorita de Hamurabi. Esta invasão não resultou em qualquer controle hitita sobre a Babilônia, mas teve como consequência o surgimento dos cassitas como governantes de lá.

Quando Mursili voltou ao seu reino, ele foi assassinado em uma conspiração liderada por seu cunhado, Hantili I (que assumiu o trono), e o genro de Hantili, Zidanta I. Sua morte inaugurou um período de agitação social e a decadência do poder central, seguido pela perda das conquistas feitas na Síria.

Referências