Museu de Ciências Nucleares

Museu em Recife, Brasil

O Museu de Ciências Nucleares é um museu brasileiro localizado no Recife, capital de Pernambuco. Destaca-se por ser o primeiro e único museu no Brasil totalmente voltado à pesquisa, conservação e exposição de objetos e coleções relacionados à evolução da tecnologia nuclear no Brasil e no mundo. O museu tem como missão promover a curiosidade e a compreensão pública sobre as aplicações pacíficas das ciências nucleares.

Museu de Ciências Nucleares
Tipo História, Ciência
Inauguração 2010 (12 anos)
Diretor Helen Jamil Khoury
Website Museu de Ciências Nucleares da Universidade Federal de Permambuco
Geografia
País  Brasil
Cidade Recife,  Pernambuco

HistóricoEditar

O Museu de Ciências Nucleares da Universidade Federal de Pernambuco é uma iniciativa do Grupo de Dosimetria e Instrumentação Nuclear (GDOIN) do Departamento de Energia Nuclear (DEN) da UFPE. Os pesquisadores do GDOIN[1] desenvolvem atividades relacionadas com a formação de recursos humanos em nível de graduação e de pós-graduação, além de desenvolverem pesquisas nas áreas de controle de qualidade em radiodiagnóstico e medicina nuclear, na área de ensaios não destrutivos e na área de dosímetros semicondutores. O Laboratório de Metrologia das Radiações Ionizantes LMRI-DEN/UFPE presta serviços à comunidade desde 1997 no setor de calibração de monitores de radioproteção.

O Museu de Ciências Nucleares foi inaugurado em 20 de maio de 2010 em Recife, Pernambuco, com o intuito de preservar, pesquisar e comunicar objetos e coleções referentes à energia nuclear e a sua história. O museu consta no guia de museus brasileiros elaborado pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram/Ministério da Cultura).[2] Trata-se do primeiro e único museu no Brasil totalmente dedicado às ciências nucleares.

Programas educativosEditar

Ciências nucleares não são abordadas em profundidade nas escolas e ainda é grande a desinformação dentre os membros do público. Sensível ao fato de que a popularização da ciência é uma necessidade e um desafio, o museu tem por objetivo primeiro a comunicação das aplicações pacíficas da tecnologia nuclear, promovendo o interesse do público leigo sobre o tema, desmistificando paradigmas, questionando preconceitos infundados e fomentando a elaboração de um pensamento crítico acerca das problemáticas relativas às ciências nucleares.

Concebido como um espaço educativo para a disseminação do conhecimento científico, o Museu de Ciências Nucleares[3] é um espaço interativo que tem por objetivo a melhoria e a modernização do ensino de ciências, unindo entretenimento e cultura. O acervo para informação ao público inclui objetos e coleções antigas e novas, painéis, vídeos, fotos e maquetes. O espaço interativo oferece experiências práticas com monitores e atividades multimídia, que permitem ao público visitante aprofundar seu conhecimento e ressignificar o patrimônio apresentado e as informações oferecidas. Além da exposição permanente aberta ao público, o museu oferece ainda exposição itinerante, experimentos interativos, cursos e participação em feiras de ciências e cursos específicos para professores de ciência, abordando os diversos usos e aplicações da energia nuclear, tais como segurança, aplicações para a alimentação e agricultura, aplicações industriais, medicina nuclear e geração de energia. Apesar de sua abertura recente, a iniciativa pioneira do Museu de Ciências Nucleares já ganha repercussão internacional, em eventos promovidos por redes educativas internacionais[4] e publicações científicas internacionais.[5]

Galeria de imagensEditar

ReferênciasEditar

  1. «LMRI - Grupo DOIN/ DEN-UFPE». Foursquare. Consultado em 25 de março de 2018 
  2. «Guia dos Museus Brasileiros» (PDF). IBRAM. 2011. p. 109. Consultado em 25 de março de 2018 
  3. «Museu de Ciências Nucleares». museunuclear.com. Consultado em 25 de março de 2018 
  4. Levy, D.S; Khoury, H.J (26 de novembro de 2015). «Building bridges between science and society: new approaches to increase public understanding of nuclear technology» (PDF). Simposio Internacional sobre Educación, Capacitación y Gestión del Conocimiento en Energía Nuclear y sus Aplicaciones. Consultado em 25 de março de 2018 
  5. Levy, Denise; Khoury, Helen J. (3 de novembro de 2016). «The Nuclear Energy Museum in Brazil: Creative Solutions to Transform Science Education into Meaningful Learning». World Academy of Science, Engineering and Technology, International Journal of Social, Behavioral, Educational, Economic, Business and Industrial Engineering. 11 (1)