Abrir menu principal
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados para "mutuca", veja Mutuca (desambiguação).
Como ler uma infocaixa de taxonomiaTabanidae
Chrysops relictus
Chrysops relictus
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Arthropoda
Classe: Insecta
Ordem: Diptera
Subordem: Brachycera
Família: Tabanidae
Géneros
Ver texto.
Mutuca da espécie Tabanus sudeticus. Em destaque, seu estilete frontal.

Tabanidae é uma família de dípteros da subordem Brachycera. Popularmente, as moscas dessa família são conhecidos pelos nomes de mutuca, butuca, moscardo, motuca e tavão.[1][2][3]

Índice

EtimologiaEditar

Os termos "mutuca", "butuca" e "motuca" significa "picar, furar, cutucar, pungir".[4] Sendo "mutuca" ou "motuca" da palavra tupi "mu'tuca", segundo dicionário etimológico de Antônio Geraldo da Cunha. No saliente nordestino entre PB, RN, CE e PE o uso do termo mutuca é o mais comum.

CaracterísticasEditar

De corpo robusto e de tamanho médio a grande, apenas as fêmeas são hematófagas.[5] São um incômo ao gado e ao homem devido a inserção do estilete frontal sobre a epiderme da pele. Diferentemente das fêmeas, os machos se nutrem de seiva, néctar e fezes.[6]

Sugam o sangue de mamíferos, répteis e eventualmente de aves e anfíbios.[6] Preferem viver perto de ambientes aquáticos, exceção feita a algumas espécies de regiões áridas.[6]

GénerosEditar

GaleriaEditar

O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Tabanidae
O Wikispecies tem informações sobre: Tabanidae

Referências

  1. FERREIRA, Aurélio B.H. (1986). Novo Dicionário da Língua Portuguesa, segunda edição. [S.l.]: Nova Fronteira. pp. 1 175 
  2. Da redação (2009). «Verbete mutuca». Dicionário Caldas Aulete. Consultado em 23 de agosto de 2014 
  3. SANTOS, Eurico (1985). Os insetos: vida e costumes, volume 2. [S.l.]: Editora Itatiaia. 244 páginas. ISBN: 9788531902598 
  4. COSTA, João Caveiro (1939). A conquista do deserto ocidental: (subsidios para a historia do territorio do Acre). [S.l.]: Companhia Editora Nacional. 434 páginas 
  5. RIBEIRO, Agenor (2004). Contribuição da língua tupi e da jê ao português no Brasil. [S.l.]: Ed. Ferreira. 56 páginas 
  6. a b c BOWMAN, Dwight (2010). Parasitologia Veterinária de Georgis. [S.l.]: Elsevier Brasil. 448 páginas. ISBN: 9788535246391 
  Este artigo sobre insetos, integrado no Projeto Artrópodes é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.