Abrir menu principal

Mingos & Os Samurais

(Redirecionado de Não Há Estrelas No Céu)
Mingos & Os Samurais
Álbum de estúdio de Rui Veloso
Lançamento 1990
Gravação Estúdio Paço d' Arcos, Janeiro - Junho de 1990
Gênero(s) Rock
Formato(s) CD / LP
Gravadora(s) EMI
Produção Rui Veloso, Carlos Tê
Cronologia de Rui Veloso
Rui Veloso Ao Vivo
(1988)
Auto da Pimenta
(1991)

Mingos & Os Samurais é o quinto álbum de estúdio do cantor Rui Veloso, lançado em 1990. Um dos casos de maior sucesso comercial da música portuguesa (200 mil discos vendidos), o disco narra musicalmente a história de uma pequena banda suburbana das décadas de 60 e 70 do século XX.

"Não há estrelas no céu" e "A Paixão (Segundo Nicolau da Viola)" foram duas das canções mais populares nos anos de 1990 e 1991.

O disco esteve 24 semanas em 1ºlugar no top de vendas de álbuns em Portugal e Rui Veloso venceu o prémio Best selling Artist no Midem. O disco foi galardoado com 7 discos de platina (7 x 20000 discos duplos, cerca de 140.000 discos).

Em Novembro de 2010 foi reeditado com a inclusão de um DVD com um dos concertos de apresentação do disco.

HistóriaEditar

A ideia fermentava desde 1982, mas só em 1990 com a independência financeira garantida pelo álbum homónimo de 1986 (o disco de "Porto Sentido" e "Porto Côvo"), é que Rui Veloso conseguiu gravar um duplo LP conceptual, sobre a vida de uma banda suburbana dos anos 60 e 70. "Não há estrelas no céu", a última música a ser gravada, como brincadeira acústica, torna-se um êxito estrondoso e abre caminho para a caminhada fulgurante de Mingos & Os Samurais no top nacional. Graças a "A Paixão", "O Prometido É Devido" ou "Um Trolha D'Areosa", o quinto disco de estúdio de Rui Veloso bateu recordes e atingiu o galardão de Sêxtupla Platina. [1]

FaixasEditar

Disco 1Editar

  1. Irmãos de Sangue
  2. O que eu quero ser quando for grande
  3. No dia da Comunhão Solene
  4. O prometido é devido
  5. Não há estrelas no céu
  6. Twist é Sedução I
  7. Conceição
  8. No extremo do Salão
  9. Mago Do Bilhar
  10. Sámapatti
  11. Tuna Recreativa
  12. A gente vai na digressão

Disco 2Editar

  1. Fio De Beque
  2. Morena de Azul
  3. Psicadélico Desesperado
  4. Zira
  5. Baile da Paróquia
  6. A Paixão (Segundo Nicolau da Viola)
  7. Twist é Sedução II
  8. No dia em que o Meno Rock morreu
  9. Um Trolha d'Areosa
  10. Embalagem de Damas

Referências

  1. Blitz 25 anos, Edição Especial de Coleccionador, Novembro 2009 n.º 41.

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre um álbum de Rui Veloso é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.