Abrir menu principal

Wikipédia β

Nader Xá
Nascimento 22 de novembro de 1688
Morte 19 de junho de 1747 (58 anos)
Quchan
Sepultamento Meshed
Cidadania Irã
Filho(s) Morteza Mirza Afshar
Ocupação político
Religião Sunismo
Assinatura
Nadir Shah-seal-lion and sun.png

Nader Xá Afshar ou Nadir Xá (em farsi: نادرشاهافشار ), conhecido também como Nadr Qoli Beg ( نادرقلیبیگ ) e Tahmasp-Qoli Khan ( هماسپقلیخان ), nasceu em novembro de 1688[1] ou em 6 de agosto de 1698[2] e morreu em 19 de junho de 1747). Foi do Irã entre 1736 e 1747. Fundou a dinastia dos Afsharidas.

BiografiaEditar

Nasceu em Kobhan e pertencia ao ramo turcomene Qirqlu dos Afshar. Seu pai, um camponês do Coração, morreu quando Nader era ainda uma criança. Segundo Michael Axworthy, biógrafo de Nader,[3] seu pai era um homem pobre mas respeitável, um pastor da tribo dos Afshar. Os Afshars Qirqlu, aos quais o pai de Nader pertencia, eram uma tribo turcomana semi-nômade, estabelecida no Coração, no nordeste do Irã. As tribos do Coração eram etnicamente distintas dos persas. Falavam línguas túrquicas e curdas. A mãe de Nader falava um dialeto do mesmo grupo linguístico das tribos túrquicas do Irã e da Ásia Central e ele teria rapidamente aprendido a língua persa - a língua da alta cultura e das cidades - já adulto.

Segundo a lenda, Nader, seu irmão Ebrahim e sua mãe foram levados como escravos por tribos de saqueadores uzbeques ou turcomenes. Quatro anos depois, após a morte de sua mãe e ainda menino, Nader conseguiu escapar com seu irmão, juntando-se a um bando de salteadores e tornando-se seu líder. Mais tarde, juntou-se ao exército de Baba Ali Beyg Koose Ahmadlou Afshar. Sob a proteção de líderes do clã Afshar, tornou-se um líder militar poderoso.

Em 1719 os afegãos invadiram a Pérsia e em 1722 depuseram o xá da dinastia Safávida. A príncípio, Nader lutou ao lado dos afegãos, contra os uzbeques mas, em 1727, passa a servir Tahmasp II, herdeiro dos Safávidas, iniciando a reconquista da Pérsia. Em 1729, os afegãos são expulsos e Tahmasp II é coroado. Nader torna-se o homem forte do governo e Tahmasp concede-lhe o título de Tahmasp-Qoli Khan, "servo de Tahmasp”, pelo qual Nader será conhecido até tornar-se o xá do Irã.

Mas mesmo antes disso, Nader já exercia o poder de fato. Tahmasp era pouco mais que uma figura decorativa e será deposto em 1732, substituindo-o seu filho, Abbas III. Nader será o regente até 1736, quando assumirá efetivamente o poder. Em 1740, Tahmasp II e seu filho são mortos.

Nader Xá realizou uma longa série de guerras de conquista. Já em 1738 invadiu Candaar, capturou Cabul e marchou em direção à Índia. Ali capturou e saqueou Délhi, apoderando-se do tesouro dos imperadores mogóis, inclusive do famoso "trono do pavão", incrustado de jóias, e do Koh-i Noor ("montanha de luz"), o maior diamante conhecido no mundo até então e que a partir de 1877 fará parte das jóias da Coroa Britânica.

Em seu tempo, Nader Xá foi o mais poderoso soberano do Oriente Médio. Criou a marinha persa. Mudou a capital do império para Mashad, no Coração e tentou, embora sem sucesso, reconciliar o sunismo e o xiismo, uma vez que precisava de soldados de ambas as denominações, em seu exército.

 
Nader Xá (gravura de 1769),

Gradativamente, porém, seu temperamento ambicioso e intolerante acentuou-se, tornando-se um problema político. O financiamento das campanhas militares consumia crescentes somas de recursos, aumentando o peso dos tributos cobrados à população. Os devedores do fisco eram punidos com a morte.

Inicia-se, então, um ciclo de revoltas e conspirações contra o governo opressor. Após um frustrado atentado contra sua vida, Nader começa a apresentar perturbações psíquicas, a ponto de suspeitar que seu próprio filho, Reza Qoli Mirza, conspirava contra ele. Em conseqüência disso, cegou-o e em seguida começou a executar os nobres que haviam testemunhado o ato.

Em 1747 Nader era considerado perigo, mesmo pelos que pertenciam ao seu clã e um grupo de líderes Afshar e Qajar decidiu eliminá-lo, o que foi feito enquanto dormia.

 
Túmulo de Nader Xá, em Mashad.

Nader Xá foi considerado como o mais talentoso comandante militar do Irã e o último conquistador militar da Ásia. Criou um grande império que incluía, além do Irã, o norte da Índia e partes da Ásia Central. Embora tenha restaurado a independência nacional e efetivamente protegido a integridade dos territórios iranianos durante um período negro da história do país, seu comportamento acabou gerando grandes perturbações políticas.

Nader casou-se quatro vezes e deixou 5 filhos e 15 netos, cuja eliminação foi ordenada por seu sucessor - o sobrinho Adil Xá. Também o império construído por Nader não sobreviverá por muito tempo.

Referências

  1. Nāder Shāh 1736-47 Encyclopedia Iranica, by Ernest Tucker March 29, 2006
  2. A data exata do nascimento de Nader é desconhecida, mas 6 de agosto seria a data mais provável, segundo Axworthy p.17 e The Cambridge History of Iran (Vol. 7 p.3); outros biógrafos preferem 1688.
  3. AXWORTHY, M. - The Sword of Persia. I.B. Tauris, 2006, p.17-19.

Ligações externasEditar