Neófito III de Constantinopla

Neófito III de Constantinopla (em grego: Νεόφυτος Γ΄) foi patriarca ecumênico de Constantinopla entre junho de 1636 e 5 de março de 1637.

Neófito III de Constantinopla
Nascimento século XVI
Morte Desconhecido
Mosteiro Novo
Ocupação Patriarca Ecumênico de Constantinopla
Religião cristianismo ortodoxo

HistóriaEditar

Neófito provavelmente era natural de Quio. Ele foi bispo metropolitano de Iráclia, na Grécia, e, em meados de 1636, foi eleito patriarca no lugar de Cirilo II Kontares. Em 5 de março de 1637, Neófito renunciou ao trono depois de fracassar em pagar as extraordinárias dívidas do Patriarcado (100 000 peças aos otomanos, países ocidentais, armênios e judeus)[1][2].

Depois de sua renúncia, Neófito se retirou para o Mosteiro de Nea Moni, em Quio, onde morreu em data desconhecida.

Ver tambémEditar

Cirilo II de Constantinopla
(1636-1637)
Precedido por:  

Patriarcas ecumênicos de Constantinopla

Sucedido por:
Cirilo II 193.º Cirilo I

Referências

  1. Frazee, Charles A. (2006) [1983]. Catholics and Sultans: The Church and the Ottoman Empire 1453-1923 (em inglês). Cambridge: Cambridge University Press 
  2. «Νεόφυτος Γ´» (em grego). Site oficial do Patriarcado Ecumênico de Constantinopla