Neferneferuré

Neferneferure (Século XIV a.C.) foi uma princesa na XVIII dinastia do Antigo Egipto. Foi a quinta de seis filhas conhecidas do Faraó Aquenáton e da Esposa Real Nefertiti.

Neferneferuré
Nascimento década de 1340 a.C.
Amarna
Morte século XIV a.C.
Amarna
Cidadania Antigo Egito
Progenitores
Irmão(s) Tutancâmon, Anquesenamom, Ankhesenpaaten Tasherit, Neferneferuaten Tasherit, Setepenré, Meritaten Tasherit, Meritaton, Mequetatom
Ocupação política
Título princesa

FamíliaEditar

Neferneferure (cujo nome significa "Beleza das Bekdades de Ré" ou "A mais Bela de Ré") nasceu antes do oitavo ano de reinado do seu pai Aquenáton, na cidade d Akhetaten.[1] Ela tinha quatro irmãs mais velhas: Meritaton, Meketaton, Anchesenamon e Neferneferuaten Tasherit. A sua irmã mais nova chamava-se Setepenré.[2]

VidaEditar

 
Da esquerda para a direita: Setepenré, Neferneferure, e Neferneferuaten Tasherit em Durbar no ano 12.

Uma das primeiras pinturas de Neferneferure é um fresco da Casa Real em Amarna. Ela é pintada numa almofada com a sua irmã Neferneferuaten Tasherit. O fresco é datado do ano 9 do reinado de Aquenatón, e toda a família está representada, incluindo a bebé Setepenré.[1]

Neferneferure é pintada em Durbar no ano 12 no túmulo do Supervisor dos aposentos reais, Meryre II, em Amarna. Aquenatón e Nefertiti são ilustrados sentados num quiosque, recebendo tributos de terras estrangeiras. As filhas do casal real são representadas sentadas atrás dos seus pais. Neferneferure é a filha do meio no registo mais baixo. Ela segura uma gazela no seu braço direito e uma flor de lótus no braço esquerdo. Está sentada à direita e atrás da sua irmã Neferneferuaten Tasherit. A sua irmã Setepenré está sentada atrás dela e é mostrada a estender a mão para acariciar a gazela.[3]

Morte e sepultamentoEditar

Neferneferuré em Hieróglifos
N5F35F35F35F35B1

Neferneferure
Nfr nfrw Rꜥ
Filha do Faraó Aquenatón e da Rainha Nefertiti

Neferneferure morreu provavelmente no 13º ou 14º ano de reinado, possivelmente devido à praga que afectou o Egitpo nessa altura. Está ausente de uma cena e o seu nome estava estampado numa cena do Túmulo Real em Amarna. Especificando, na Sala C da câmara   do Túmulo Real, o seu nome estava mencionado entre outras cinco princesa (a lista excluiu a sua irmã mais nova Setepenré, que possivelmente já havia morrido nessa época) mas foi mais tarde coberta por gesso. Na sala B da câmara   ela não aparece na cena que mostra os seus pais e as suas três irmãs mais velhas – Meritaton, Anchesenamon e Neferneferuaten Tasherit – a fazerem o luto da morte da segunda princesa, Meketaton. Isto sugere que ela provavelmente terá morrido pouco antes da decoração destas câmaras ter sido concluída.[1] É possível que Neferneferure estivesse sepultada na câmara   do Túmulo Real,[2]

Pode também ter sido sepultada no Túmulo 29 em Amarna.[4] Esta teoria baseia-se na pega de uma ânfora que ostenta uma inscrição que menciona a câmara interior de sepultamento de Neferneferure.[3] Se Neferneferure foi sepultada no Túmulo 29, isso pode significar que o Túmulo Real estava já selado na altura do seu sepultamento e que ela pode ter morrido depois do falecimento do seu pai Aquenatón.[5]

Outros objectos que se referem a NeferneferureEditar

Uma pequena caixa (JdE 61498) a ostentar a sua pintura na tampa foi encontrada entre os tesouros de Tutancâmon. Mostra a princesa agachada, com um dedo pressionado na sua boca, como as crianças eram por vezes retratadas.[6] Curiosamente, nesta tampa desta caixa o nome Ré no seu nome foi escrito foneticamente, e não com o habitual ponto circulado.

Referências

  1. a b c Tyldesley, Joyce. Nefertiti: Egypt's Sun Queen. Penguin. 1998. ISBN 0-670-86998-8
  2. a b Dodson, Aidan and Hilton, Dyan. The Complete Royal Families of Ancient Egypt. Thames & Hudson. 2004. ISBN 0-500-05128-3
  3. a b Murnane, William J., Texts from the Amarna Period in Egypt, Society of Biblical Literature, 1995 ISBN 1-55540-966-0
  4. Reeves, Nicholas. Akhenaten: Egypt's False Prophet. Thames & Hudson. 2005. ISBN 0-500-28552-7
  5. Aldred, Cyril, Akhenaten: King of Egypt ,Thames and Hudson, 1991 (paperback), ISBN 0-500-27621-8
  6. T.G.H. James, Tutankhamun, White Star, 2000 (Barnes and Noble Books 2002), ISBN 1-58663-742-8
  • Christiane Desroches-Noblecourt: Tutankhamen – Life and Death of a Pharaoh