Newport Jazz Festival


Festival de Jazz de Newport
Newport Jazz Festival
Período de atividade 1954 - presente
Fundador(es) George Wein, Elaine Lorillard
Local(is)  Estados Unidos, Newport
Data(s) Agosto
Gênero(s) Jazz

O Newport Jazz Festival (Festival de Jazz de Newport), é um festival de música jazz, que tem lugar em Newport, Rhode Island, nos EUA, em Agosto de cada ano. Foi criado em 1954 pelo empresário de jazz George Wein, e apoiado financeiramente por Elaine Lorillard.[1][2]

Em 1972, o festival teve lugar em Nova Iorque, alternando com Newport a partir de 1982. Desde 1986 o festival passou a ser designado por JVC Jazz Festival.

O evento tinha lugar na propriedade de Louis e Elaine Lorillard, situado na Bellevue Avenue, actualmente chamada de Belcourt Castle e propriedade da família Tinney.

Os primeiros festivais eram transmitidos pela rádio Voice Of America (Voz da América), e alguns dos concertos eram gravados, e posteriormente comercializados por diversas editoras discográficas.

Gravações e interpretações de destaqueEditar

Dois dos mais famosos concertos do festival foram protagonizados por Miles Davis, em 1955, com o seu solo no tema Round Midnight, e pela orquestra de Duke Ellington, em 1956, na música Diminuendo and Crescendo in Blue.[3] Destaque-se, ainda, as interpretações de John Coltrane e Pee Wee Russell.

Em 1999, foi editada uma nova versão do álbum Ellington at Newport, com o concerto de Duke Ellington, em 1956. Para além da música "Diminuendo and Crescendo in Blue", que incluía um solo de saxofone de Paul Gonsalves, o álbum original continha cópia de versões das principais músicas tocadas ao vivo, gravadas em estúdio sem o consentimento de Elligton. O novo álbum, por outro lado, era composto pelas versões originais do concerto ao vivo, gravadas pela Voice of América. Incluíam, entre outras curiosidades, a estranha performance de Paul Gonsalves que se enganou no microfone: em vez de escolher o da banda, dirigiu-se para o da Voice of América; este incidente causaria algum desconforto entre o público que se manifestou negativamente.[4]

Jazz on a Summer's Day é um dos filmes do festival em 1958. As interpretações de Ella Fitzgerald, Billie Holiday e Carmen McRae, seriam também lançadas, no álbum do mesmo ano Ella Fitzgerald and Billie Holiday at Newport.

Em 1960, o álbum At Newport 1960, é considerado como documentando a melhor interpretação de Muddy Waters.

Nesse mesmo ano, violentos confrontos entre fãs e a Guarda Nacional, levariam ao quase encerramento do festival. No seguimento do anúncio do fim do festival, por Muddy Waters, o poeta Langston Hughes, escreveu uma poesia, Goodbye Newport Blues (Adeus Blues de Newport), que entregou à banda de Waters para estes o interpretarem. Otis Spann, pianista da banda, cantaría o poema.

Embora com alguns incidentes, o festival de 1960 seria levado até ao fim, entre 30 de Junho e 3 de Julho, com concertos de Cannonball Adderley e Dave Brubeck, entre outros. Estes interpretariam a música Pennies from Heaven sob uma forte chuvada.

Em 1971, devido a violentos confrontos, o festival deixou de ser apresentado em Newport, até ao ano de 1981.[1][5][6]

O festival de 1973, apresentado em Carnegie Hall, foi gravado no álbum Newport Jazz Festival: Live at Carnegie Hall.

Referências

  1. a b Hevesi, Dennis (28 de Novembro de 2007). «Elaine Lorillard, 93, a Founder of the Newport Jazz Festival, Is Dead». The New York Times. Consultado em 12 de Agosto de 2018 
  2. «Elaine Lorillard; helped start Newport Jazz Festival». The Boston Globe. 3 de Dezembro de 2007. Consultado em 10 de Dezembro de 2007 
  3. Avakian, George (1956). Liner notes to original release of Ellington at Newport. [S.l.]: Columbia Records CL 934 
  4. Schaap, Phil (Fevereiro de 1999). Liner notes to Ellington at Newport (Complete). [S.l.]: Columbia Records / Legacy C2K 64932 
  5. Ratliff, Ben (14 de Junho de 2005). «Singin' the Blues Before the JVC Jazz Festival». The New York Times. Consultado em 4 de Janeiro de 2009 
  6. Clendinen, Dudley (4 de Agosto de 1981). «After a decade, prospering Newport celebrates the jazz festival's return». The New York Times. Consultado em 4 de Janeiro de 2009 

Ligações externasEditar