Abrir menu principal

Non si sevizia un paperino

filme de 1972 dirigido por Lucio Fulci
Non si Sevizia un Paperino
No Brasil O Estranho Segredo do Bosque dos Sonhos[1]
O Segredo do Bosque dos Sonhos[2]
 Itália
1972 •  cor •  102 min 
Direção Lucio Fulci
Produção Renato Jaboni
Roteiro Gianfranco Clerici
Lucio Fulci
Roberto Gianviti
Elenco Florinda Bolkan
Barbara Bouchet
Tomas Milian
Irene Papas
Marc Porel
Gênero terror
suspense
Música Riz Ortolani
Lançamento 29 de setembro de 1972
Idioma italiano
Página no IMDb (em inglês)

Non si sevizia un paperino é um filme italiano de 1972, do subgênero giallo, dirigido por Lucio Fulci e estrelado por Florinda Bolkan, Barbara Bouchet e Tomas Milian.

É um dos primeiros filmes de Fulci a ter mortes extremante gráficas (principalmente a morta final), que logo teriam outras em seus filmes seguintes. É o filme preferido do diretor.[carece de fontes?] É considerada!Artigos que necessitam de esclarecimento[necessário esclarecer] uma das principais obras do suspense italiano e da carreira de Fulci, além de ser considerada a mais mórbida e perturbadora.[carece de fontes?]

O filme é baseado em eventos ocorridos em Bitonto, comuna italiana da região da Puglia, em 1971, onde houve uma série de assassinatos de crianças.

SinopseEditar

Assassinatos de crianças aterrorizam a população de um pequeno vilarejo na Itália e atraem grande número de policiais e jornalistas.[2]

  A Wikipédia tem os portais:

Referências

  1. «O Estranho Segredo do Bosque dos Sonhos». Brasil: AdoroCinema. Consultado em 27 de janeiro de 2019 
  2. a b «O Segredo do Bosque dos Sonhos». Brasil: CinePlayers. Consultado em 27 de janeiro de 2019 
  Este artigo sobre um filme do cinema italiano é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.