Abrir menu principal

Notícia de Fiadores

documento em galego-português mais antigo conhecido com data
Anverso do pergaminho em questão, intitulado pela Torre do Tombo Documentos relativos a Soeiro Pais, Urraca Mendes, sua mulher, e a Paio Soares Romeu, seu segundo filho e Notícia de Fiadores. A "Notícia de Fiadores" é o texto de três linhas escrito no topo da página.

A Notícia de Fiadores é um pequeno texto de 1175 com alguns elementos em galego-português inserido num pergaminho com outros três documentos, conservado na Torre do Tombo, em Lisboa[1].

Ana Maria Martins considera que é o mais antigo documento escrito na língua galaico-portuguesa que chegou aos nossos dias (note-se que o "Pacto dos irmãos Pais"[2] pode ser anterior), o que é negado por outros investigadores, dado que a presença de elementos romances, além de insignificante e minoritária, não permite individualizar o texto como escrito em galego-português.[3]

TextoEditar

 
O Wikisource contém fontes primárias relacionadas com Notícia de Fiadores

O texto regista os nomes dos fiadores de Paio Soares Romeu e termina com uma curta frase maioritariamente em galego-português:

Que quer dizer algo como "Estes fiadores dentro de cinco anos exigirão o que lhes devo"[5].

Referências

  1. Torre do Tombo. «Documentos relativos a Soeiro Pais (...) E Notícia de Fiadores». Projeto TT Online. Consultado em 30 de julho de 2015. Arquivado do original em 15 de novembro de 2017 
  2. Agência Estado (29 de maio de 2002). «Professor encontra primeiro texto escrito em português». São Paulo. Estadão 
  3. Souto Cabo, José António Souto (2014). «Os primeiros escritos em galego-português: revisão e balanço». Lingua, texto, diacronía. Estudos de lingüística histórica. Consultado em 1 de dezembro de 2018 
  4. Ministério da Educação (setembro de 2007). «Revisão da Terminologia linguística para os Ensinos Básico e Secundário» (PDF). Consultado em 30 de julho de 2015 
  5. «Quantos anos tem a língua portuguesa?». Luta Popular (PCTP/MRPP). 27 de junho de 2014. Consultado em 30 de julho de 2015