Abrir menu principal
Disambig grey.svg Nota: Não confundir com numinoso, ou númeno.
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde maio de 2012). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Os numina (singular numen, um termo do latim que designava "divindade", "divina presença" ou "vontade divina") eram na religião da Roma Antiga entidades ou forças sobrenaturais que existiam em espaços naturais ou que estavam ligadas a momentos da vida e às actividades humanas. O singular desta palavra é numen, cujo significado é "agir" ou "fazer um movimento".

Para os Romanos espaços como grutas, montes, bosques ou fontes eram possuidores de uma espécie de poder abstracto.

Como exemplo de numinas ligados a momentos da vida, podem ser referidos os que estavam associados ao universo do recém-nascido, como Noma e Decima, ligadas aos últimos meses da gravidez, Numeria, às dificuldades do parto ou Lucina, ligada ao nascimento.