O Caso Morel

O Caso Morel, livro publicado em 1973, é o primeiro romance do escritor brasileiro Rubem Fonseca.

O caso Morel
Autor(es) Rubem Fonseca
Idioma Português
País  Brasil
Gênero Romance
Editora Editora Artenova
Lançamento 1973
Páginas 182
Edição portuguesa
Editora Bertrand
Lançamento 1976
Páginas 176

A história gira em torno do embate entre um escritor e um artista excêntrico que está preso e conta suas histórias cheias de sexo e violência.

EnredoEditar

O elemento policial da obra prende-se com a investigação sobre um cadáver e um suspeito em prisão preventiva — Paulo Morel, ou seja, Paulo de Morais. O livro apresenta um relato parcial da autoria do próprio suspeito.

Existe ainda um detetive falhado e meio falhado escritor, de nome Vilela que, por sua conta e risco, descobre a verdade, ou seja, que Morel não assassinou Joana-Heloísa.[1]

Referências

  1. Revista COLÒQUIO/Letras n.º 17 (Janeiro de 1974), pág. 93.
  Este artigo sobre um livro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.