Abrir menu principal

O Uso do Conhecimento na Sociedade

artigo científico (publicado na 1945/01/01)

O Uso do Conhecimento na Sociedade trata-se de um ensaio de Friedrich Hayek (título original: The Use of Knowledge in Society), publicado no American Economic Review em setembro de 1945 e posteriormente republicado no livro "Individualism and Economic Order", em 1948.

É um de seus ensaios mais importantes, que inclui algumas das idéias centrais de toda sua obra. Hayek se propõe a responder à pergunta "como é possível criar uma ordem econômica racional"? Parte do princípio de que o conhecimento está disperso na sociedade (na cabeça das pessoas, nas instituições, nos agentes econômicos, etc.) e de que será necessário utilizar esse conhecimento. Um planejador central nunca seria capaz de absorver todo esse conhecimento disperso e dele fazer uso. Uma ordem econômica baseada no planejamento central unificado, portanto, será sempre menos eficiente do que uma ordem baseada na competição.

Um problema econômico surge quando há mudança. Faz-se necessário, para solucionar esse problema, uma rápida adaptação. As decisões que serão tomadas deveriam ser deixadas àqueles que têm mais familiaridade com as circunstâncias específicas. E somente uma ordem descentralizada poderá fazer uso do conhecimento disperso necessário para se chegar à uma nova adaptação. Conforme diz o artigo:

A informação de que houve mudança chega aos produtores através do sistema de preços. Esse mecanismo, para Hayek, surgiu através da ação humana, embora não tenha sido criado intencionalmente pelo homem. Se tivesse sido inventado pelo homem, seria uma das maiores invenções da humanidade. O sistema de preços age como um sistema de telecomunicações que permite o produtor individual tomar suas decisões com base em poucos indicadores. Por meio do sistema de preços os produtores são induzidos a seguir o caminho correto (produzir mais ou menos, por exemplo).

Através do sistema de preços, portanto, as ações individuais de pessoas diferentes são coordenadas na sociedade.

Ligações externasEditar