O Viroscas

O Viroscas : semanário imparcial com pretensões a humorístico nasce em outubro de 1914 nas Caldas da Rainha e publica-se durante seis meses num total de vinte e sete números. Classificado como jornal satírico, nele publica-se o quotidiano da vida caldense, sendo propósito dos seus autores “distrair os leitores proporcionando-lhes algumas horas de bom humor”. A propriedade do semanário coube a Arnaldo Júlio Martins (editor) e Jaime Zenóglio (diretor), também eles redatores em conjunto com Alfredo Pinto, Eduardo de Matos, João Toscatudo, Luís Ramos, e Miguel da Ponte.[1]

O Viroscas
Sede Caldas da Rainha, Portugal Portugal
Fundação 1914
Director Jaime Zenóglio
Idioma Português europeu

Ver tambémEditar

Referências

  1. Jorge Mangorrinha (24 de junho de 2013). «Ficha histórica: O viroscas : semanário imparcial com pretensões a humorístico (1914-1915)» (pdf). Hemeroteca Municipal de Lisboa. Consultado em 18 de julho de 2016 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre meios de comunicação é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.