Abrir menu principal
Observatório Sonear
Características
Tipo
Estrutura arquitetónica (d), observatórioVisualizar e editar dados no Wikidata
Endereço
Website

O Observatório Sonear (em português) ou Sonear Observatory (em inglês) (Sonear, sigla (em inglês) para Southern Observatory for Near Earth Asteroids Research,[1] ou (em português) para Observatório Austral para Pesquisa de Asteroides Próximos à Terra[2]), instalado em Oliveira (MG), é o único observatório astronômico do tipo no hemisfério sul. O projeto é financiado e levado a cabo por um grupo de amigos e astrônomos amadores de Minas Gerais.[2] O monitoramento do céu noturno é constante, durante o dia uma programação com agendamentos que delimita as zonas do céu a serem monitoradas é feita, e durante a noite os telescópios pré-programados e operados remotamente fotografam o céu.[3] Um software analisa as imagens, separando potenciais descobertas e descartando objetos já catalogados. O grupo de astrônomos amadores do projeto analisa pessoalmente os dados coletados pelo software, descartando falsos alarmes, e posteriormente envia os dados para União Astronômica Internacional, para que outros astrônomos possam confirmar a descoberta. Até o momento o projeto já identificou 11 asteroides cujas órbitas se aproximam da Terra, além de outros 10 asteroides no cinturão de asteroides, entre as órbitas de Marte e Júpiter.[2]

A mais recente descoberta aconteceu em março de 2015, o Cometa C/2015 F4 (Jacques).[4]

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar

Referências