Oke-Onigbin

Oke-Onigbin , antigamente conhecida como Oquê-Ibo, é uma cidade localizada no coração da comunidade de Kwara (estado), possuindo bastante importância em Isin (Área do Governo Local), Nigéria. É habitado principalmente por ibominas.

Oke-Onigbin
  Vila  
Localização
Oke-Onigbin está localizado em: Nigéria
Oke-Onigbin
Localização na Nigéria
Coordenadas 8° 13' N 5° E
País  Nigéria
Estado Kwara (estado)
Área do Governo Local Isin (Nigéria)
Características geográficas
Fuso horário WAT (UTC+1)

TradiçõesEditar

Acredita-se que o fundador da atual Oke-Onigbin, "BABA AKOO" (Babá Ocô e/ou Etecô), tenha migrado de outro assentamento ibomina, conhecido como "Ikosin", devido a mal-entendidos sobre o título de chefia "ELEMO", para evitar mais guerras inter-tribais que ocorriam há vários anos. Os ibominas foram exilados para Oquê-Ibo quando da época da dominação de Odudua. [carece de fontes?]

A localização de Oke-Onigbin, anteriormente chamado de Oquê-Ibo pelos ibominas, foi renomeada pelo alafim (monarca) do Império de Oió depois que a cidade fez uma homenagem ao seu palácio, com uma cesta cheia de caracóis na estação da seca. Acredita-se ter tido uma abundância de caracóis, daí o seu nome Colina do Senhor dos Caracóis (ou Colina dos Caracóis). "Oquê", na língua iorubá, significa colina ou montanha, "Oni" significa posse e "Ibim" significa caracol.

A comunidade tem um santuário dedicado ao orixá Xangô, do trovão, que pune os maus e recompensa os devotos dando-lhes filhos.[1]

A cidade tem um governante tradicional conhecida como Onigbin de Oke Onigbin. O cargo de governantes tradicionais em Oke-Onigbin gira entre as famílias dominantes. Quando um governante morre, outro governante é escolhido a partir da família real que é o próximo na linha de acordo com a história da cidade. O Onigbin atual de Oke-Onigbin é HRH, Oba Joseph Olayinka (Omolaoye II).[2] Peter Adesina é o Elemo de Oke-Onigbin, um dos chefes do estado tradicional.[3]

AtualmenteEditar

A comunidade tem várias igrejas e denominações incluindo uma igreja anglicana, Todos os Santos.[4] Também localizada em um estado popular para fé islâmica, Oke Onigbin orgulha-se de uma das maiores mesquitas central no estado de Kwara.

Em Outubro de 2002, Alhaji Lai Mohammed, o candidato a governador nas eleições de Abril de 2003 do Kwara (estado) na plataforma Aliança para a Democracia foi agredido e cinco veículos em seu comboio bateram na frente da sede de campanha do senador Suleiman Ajadi em Oke-Onigbin durante uma festividade.[5]

Referências

  1. Gigi Pezzoli (1995). Cavalieri dell'Africa: storia, iconografia, simbolismo. [S.l.]: Centro studi archeologia africana 
  2. Princess Adebola Beatrice Aromolaran in marriage to Olayinka Joseph Akintayo on Saturday, October 20, 2010
  3. «Councilors in the 16 LGs of Kwara State charged to collaborate with relevant Agencies». Radio Kwara. Consultado em 26 de novembro de 2009 
  4. «CLERGY LOCATIONS» (PDF). Church of Nigeria Anglican Communion. Consultado em 26 de novembro de 2009. Arquivado do original (PDF) em 14 de janeiro de 2011 
  5. Utibe Uko (15 de dezembro de 2002). «The Endangered Aspirants». This Day. Consultado em 26 de novembro de 2009. Arquivado do original em 11 de janeiro de 2005