Abrir menu principal
Como ler uma infocaixa de taxonomiaOnychonycteris finneyi
Ocorrência: Eoceno Inferior
Taxocaixa sem imagem
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Mammalia
Ordem: Chiroptera
Família: Onychonycteridae
Género: Onychonycteris
Espécie: O. finneyi
Nome binomial
Onychonycteris finneyi
B. Finney 2003

Onychonycteris finneyi é a espécie mais primitiva de morcego de que há registo. Viveu numa área que hoje em dia é o estado de Wyoming, há 52,5 milhões de anos. Dois fósseis desta espécie foram encontrados na formação de Green River, em 2003, e colocadas numa nova família quando a descoberta foi publicada na revista Nature, em Fevereiro de 2008.[1] Esta espécie era única entre os morcegos devido ao facto de possuir garras em todos os cinco dedos, em oposição aos 2 ou 3 dedos existentes nas outras espécies conhecidas.[2] O nome do género refere essa particularidade, significando "morcego com garras". O nome da espécie é um tributo ao arqueólogo que descobriu a espécie, Bonnie Finney.

No debate sobre o que terá se desenvolvido primeiro nos morcegos, a ecolocação ou a capacidade de voo, a existência desta espécie é uma forte evidência em favor da segunda hipótese. O. finneyi possuía asas bem desenvolvidas, podendo certamente voar, mas faltavam-lhe as cócleas de maior tamanho que são características de todos os morcegos extantes que utilizam a ecolocação. Isto indica que os morcegos primitivos poderiam voar antes de terem desenvolvido a capacidade de ecolocalização.[3] Não é ainda sabido se esta espécie de morcego teria os grandes olhos característicos da maioria dos morcegos nocturnos, isto devido à falta de partes intactas e específicas de fósseis para o comprovar.

ReferênciasEditar