Aerofotogrametria

cobertura aerofotográfica executada para fins de mapeamento
(Redirecionado de Ortofotografia)

Aerofotogrametria é o método de coleta de dados topográficos por meio de fotografias aéreas para fins de mapeamento.[1][2]

Uma aeronave equipada com câmeras fotográficas métricas percorre o território fotografando-o verticalmente, seguindo alguns preceitos técnicos como: voo estável, mantendo altitude, direção única, sobreposição entre as fotos de 60%, sobreposição lateral de 30%.[2][3]

A fotogrametria é a ciência que permite executar medições precisas utilizando de fotografias métricas. Embora apresente uma série de aplicações nos mais diferentes campos e ramos da ciência, como na topografia, geologia, astronomia, medicina, meteorologia e tantos outros, tem sua maior aplicação no mapeamento topográfico.

Inicialmente a fotografia tinha a única finalidade de determinar a posição dos objetos, pelo método das interseções, sem observar ou medir o relevo, muito embora desde 1732 se conhecessem os princípios da estereoscopia; o emprego desta tornou possível apenas observar (sem medir), o relevo do solo contido nas fotografias analisadas estereoscopicamente.

Em 1901, o alemão Pulfrich, apoiando-se em princípios estabelecidos por Stolze, introduziu na fotogrametria o chamado índice móvel ou marca estereoscópica. Então, não só foi possível observar o relevo, como medir as variações de nível do terreno.

Pulfrich construiu um primeiro aparelho que denominou "estereocomparador", e com ele iniciou os trabalhos dos primeiros levantamentos com base na observação estereoscópica de pares de fotografias utilizados em fotogrametria terrestre.

A partir de então uma série de outros aparelhos foram construídos e novos princípios foram estabelecidos, porém, para tomada de fotografias era necessário que os pontos de estação que referenciavam o terreno continuassem no solo, com todos os seus inconvenientes.

Ocorreu elevar ao máximo o ponto de estação, sendo utilizados balões, balões cativos e até "papagaios". Durante a guerra de 19141918 tornou-se imperioso um maior aproveitamento da fotogrametria, usando-se, para tomada de fotografias, pontos de estação sempre mais altos.

Com o advento da aviação desenvolveram-se câmaras especiais para a fotografia aérea, substituindo quase que inteiramente a fotogrametria terrestre, a qual ficou restrita apenas a algumas regiões. Quando são utilizadas fotografias aéreas, tem-se a aerofotogrametria.

ProdutosEditar

 
Aerofotografia drone, Città Alta, Bérgamo

Ortofoto ou ortofotografia (do grego orthós: correto, exato) é uma representação fotográfica de uma região da superfície terrestre, no qual todos os elementos apresentam a mesma escala, livre de erros e deformações, com a mesma validade de um plano cartográfico

Uma ortofotografia se consegue mediante a um conjunto de imagens aéreas (tomadas desde um avião, VANT ou satélite) que tenham sido corrigidas digitalmente para representar uma projeção ortogonal sem efeitos de perspectiva, pela qual é possível realizar medições exatas, ao contrário de uma fotografia aérea simples, que sempre apresenta deformações causadas pela perspectiva da câmera, a altitude ou da velocidade com que se move a câmera. A este processo de correção digital chama-se de ortoretificação.

Ortofotomapa ou ortofotocarta[4] é um mapa produzido a partir de fotografias aéreas ou de satélite transformadas para corrigir a perspectiva de modo que pareçam ter sido tomadas a distância vertical infinita.[5]

Ver tambémEditar

Referências

  1. «Dicionário Cartográfico - Fotogrametria» (HTML). Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 7 de junho de 2020. Cópia arquivada em 8 de junho de 2020 
  2. a b Caroline Faria. «Aerofotogrametria» (HTML). InfoEscola.com. Consultado em 7 de junho de 2020 
  3. «Atlas Escolar - Aerofotogrametria» (HTML). Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 7 de junho de 2020. Cópia arquivada em 8 de junho de 2020 
  4. Julio Seabra Inglez Souza; Aristeu Mendes Peixoto; Francisco Ferraz de Toledo. «Enciclopédia agrícola brasileira: N-R». books.google.com . Edusp; 1995. ISBN 978-85-314-0814-4.
  5. American Congress on Surveying and Mapping, American Society for Photogrammetry and Remote Sensing (1994), Glossary of the Mapping Sciences, ISBN 9780784475706, American Society of Civil Engineers, p. 370 
  Este artigo sobre engenharia cartográfica é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.