Públio Cornélio Escápula

Públio Cornélio Escápula (em latim: Publius Cornelius Scapula) foi um político da gente Cornélia da República Romana, eleito cônsul em 328 a.C. com Públio Pláucio Próculo. Segundo os Fastos Capitolinos,[1] Caio Pláucio Deciano, cônsul no ano anterior, teria sido eleito novamente, mas Lívio menciona Públio Pláucio Próculo em seu lugar.[2]

Públio Cornélio Escápula
Cônsul da República Romana
Consulado 328 a.C.

IdentificaçãoEditar

Seu cognome não é bem compreendido e algumas tradições defendem que ele pode ser a mesma pessoa que Públio Cornélio Cipião Barbado, ditador em 306 a.C.[3]

Consulado (328 a.C.)Editar

Segundo Lívio, durante o consulado de Públio Pláucio e Públio Cornélio "não ocorreu nenhum episódio de natureza militar ou civil".[2]

Ver tambémEditar

Cônsul da República Romana
 
Precedido por:
'Lúcio Emílio Mamercino Privernato II

com Caio Pláucio Deciano

Públio Pláucio Próculo
328 a.C.

com Públio Cornélio Escápula

Sucedido por:
'Lúcio Cornélio Lêntulo

com Quinto Publílio Filão II


Referências

  1. Diodoro Sículo, Biblioteca Histórica XX 36
  2. a b Lívio, Ab Urbe condita VIII, 22.
  3. T. Robert S. Broughton: The Magistrates Of The Roman Republic. Vol. 1: 509 B.C. - 100 B.C.. Cleveland / Ohio: Case Western Reserve University Press, 1951. Unveränderter Nachdruck 1968. (Philological Monographs. Hrsg. von der American Philological Association. Bd. 15, Teil 1), S. 145

BibliografiaEditar

  • T. Robert S., Broughton (1951). «XV». The Magistrates of the Roman Republic. Volume I, 509 B.C. - 100 B.C. (em inglês). I. Nova Iorque: The American Philological Association. 578 páginas