Pacote de expansão

Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Add-on.

Um pacote de expansão (do inglês, expansion pack), suplemento ou até mesmo add-on, é uma adição a um jogo de RPG, tabuleiro ou eletrônico já existente. Estas adições geralmente agregam novas áreas de jogo, armas, objetos, modos de jogo, minigames e/ou enredo estendido de um jogo já completo e lançado. Os jogos de tabuleiro e RPGs de mesa podem ter sido expansões de marketing desde os anos 1970, e os videogames têm lançado pacotes de expansão desde os anos 1980, sendo os primeiros exemplos os jogos de Dragon Slayer: Xanadu Scenario II[1] e Sorcerian.[2]

Enquanto que expansões para jogos de tabuleiro geralmente são criadas pelo criador original, desenvolvedoras de jogos eletrônicos algumas vezes contratam desenvolvedoras de terceiros para a produção do pacote de expansão, ou então o produzem por si mesmo (exemplo: Hellfire para o Diablo). Jogos de tabuleiro e RPGs tem desenvolvendo pacotes de expansão desde pelo menos o começo da década de 1970. Essa expressão também é utilizada com relação a browsers (como o Firefox), também para possibilitar-lhes novas características a fim de melhor atender aos seus usuários.

CaracterísticasEditar

Console de videogameEditar

Grand Theft Auto: London 1969 foi o primeiro pacote de expansão lançado para o PlayStation.[3] O jogo exigia que o jogador inserisse o disco Londres, removesse-o, inserisse o disco do Grand Theft Auto original, removesse-o e inserisse o disco de London novamente para jogar.

Ver tambémEditar

Referências

  1. Kurt Kalata. «Xanadu». Hardcore Gaming 101. Consultado em 25 de março de 2011 
  2. Sorcerian (PC), GameCola.net, 30 October 2010
  3. Kennedy, Sam (27 de abril de 2000). «Take-Two Ships GTA: London 1969». GameSpot. Consultado em 7 de janeiro de 2017 
  Este artigo sobre jogos eletrônicos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.