Abrir menu principal

Papa Inocêncio VII

Inocêncio VII
Papa da Igreja Católica
204° Papa da Igreja Católica
Atividade Eclesiástica
Diocese Diocese de Roma
Eleição 17 de outubro de 1404
Entronização 11 de novembro de 1404
Fim do pontificado 6 de novembro de 1406 (2 anos)
Predecessor Bonifácio IX
Sucessor Gregório XII
Ordenação e nomeação
Nomeação episcopal 4 de novembro de 1387
Ordenação episcopal 5 de dezembro de 1387
Nomeado arcebispo 4 de novembro de 1387
Cardinalato
Criação 18 de dezembro de 1389
por Papa Bonifácio IX
Ordem Cardeal-presbítero
Título Santa Cruz de Jerusalém
Papado
Brasão
C o a Innocenzo VII.svg
Antipapa Antipapa Bento XIII (Avinhão)
Consistório Consistórios de Inocêncio VII
Dados pessoais
Nascimento 1339
Sulmona, Itália
Morte 6 de novembro de 1406 (67 anos)
Roma, Estados Papais
Nacionalidade Italiano
Nome nascimento Cosimo Gentile de' Migliorati
Sepultura Basílica de São Pedro
dados em catholic-hierarchy.org
Categoria:Igreja Católica
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo
Lista de Papas

Inocêncio VII (c. 13396 de novembro de 1406), nascido Cosimo de' Migliorati, foi Papa da Igreja Católica entre 1404 e a sua morte. O seu pontificado foi disputado pelo Antipapa Benedito XIII, o seu rival de Avinhão durante o Grande Cisma do Ocidente.

BiografiaEditar

Cosimo de' Migliorati nasceu numa família modesta da região de Abruzzi, em Itália.[1] Embora a Enciclopédia Católica[1] cite sua data de nascimento como 1339, o único documento contemporâneo que remete à sua idade diz que tinha 65 anos em 1404, chegando a um ano de nascimento de 1339,[2] o registrado pela Encyclopædia Britannica.[3] Enquanto jovem, distinguiu-se no estudo da lei canónica na Universidade de Pádua e chamou a atenção do seu mestre, Lignano, que o introduziu a Roma. O Papa Urbano VI trouxe-o para a Cúria Romana e encarregou-o da colecta de impostos da Igreja em Inglaterra. Após dez anos no estrangeiro, regressou a Roma e foi nomeado Bispo de Bolonha em 1386, e Arcebispo de Ravena em 1387.[1]

O Papa Bonifácio IX elevou-o a cardeal-presbítero e encarregou-o de missões diplomáticas delicadas. Em 1404 foi eleito Papa por unanimidade num conclave a que atenderam apenas oito cardeais, escolhendo o nome de Inocêncio VII. A notícia da sua elevação ao papado foi recebida com motins em Roma, apenas debelados graças à intervenção do Rei Ladislau de Nápoles. Em troca Ladislau exigiu a promessa de Inocêncio de que os seus interesses em Nápoles seriam protegidos, qualquer fosse o desenlace do Cisma do Ocidente, e Ladislau prometeu não jurar lealdade ao Papado de Avinhão.[1] O pontificado de Inocêncio VII foi marcado por convulsões sociais e oposição política. Quando morreu de repente em 6 de novembro de 1406,[1] suspeitou-se de envenenamento, uma acusação nunca provada.[carece de fontes?]

Referências

  1. a b c d e Ott, Michael (1913). «Pope Innocent VII». Enciclopédia Católica (em inglês). Nova Iorque: Robert Appleton Company 
  2. Kneer, A. (1891). «Zur Vorgeschichte Papst Innozenz VII». In: Grauert, Hermann. Historisches Jahrbuch. 12. [S.l.: s.n.] pp. 347–348 
  3.   Vários autores (1911). «Innocent/Innocent VII». In: Chisholm, Hugh. Encyclopædia Britannica. A Dictionary of Arts, Sciences, Literature, and General information (em inglês) 11.ª ed. Encyclopædia Britannica, Inc. (atualmente em domínio público) 
Precedido por
Bonifácio IX
 
Papa

204.º
Sucedido por
Gregório XII
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Papa Inocêncio VII
  Este artigo sobre um papa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.