Parenti serpenti

filme de 1992 dirigido por Mario Monicelli
Parenti serpenti
Parente É Serpente[1] (BRA)
Itália
105 min min 
Direção Mario Monicelli
Produção Giovanni Di Clemente
Argumento Carmine Amoroso
Roteiro Carmine Amoroso (peça), Piero De Bernardi, Mario Monicelli, Suso Cecchi d'Amico
Elenco Alessandro Haber

Cinzia Leone
Paolo Panelli

Música Adelio Cogliati
Cinematografia Franco Di Giacomo
Edição Ruggero Mastroianni
Distribuição Clemi Film
Lançamento 1992
Idioma italiano

Parenti serpenti é um filme italiano de humor negro de 1992, escrito e dirigido por Mario Monicelli.[2][3][4] Ele ganhou o prêmio Fita de Prata dos críticos de cinema italianos por Melhor Figurino.[5]

EnredoEditar

Um casal de idosos convida todos os seus filhos e netos para a sua casa, em Sulmona, em Abruzzo, para comemorar o Natal. Depois de um dia passado na igreja e jogando bingo, a avó pede às duas filhas e dois filhos para decidir entre si qual deles levará a ela e seu marido para viver com eles, agora que eles estão ficando velhos. Seus filhos inicialmente ficam felizes em saber que seus pais querem estar mais presentes, mas ninguém quer assumir a responsabilidade de levá-los para morar em sua casa...

ElencoEditar

  • Tommaso Bianco: Michele
  • Marina Confalone: Lina
  • Alessandro Haber: Alfredo
  • Cinzia Leoa: Gina
  • Eugenio Masciari: Alessandro
  • Nicoletta Orsomando: Ela mesmo
  • Paolo Panelli: Avô Saverio
  • Monica Scattini: Milena

Referências

  1. Parente É Serpente - CinePlayers (Brasil)
  2. Leonardo De Franceschi. Lo sguardo eclettico: il cinema di Mario Monicelli. [S.l.]: Marsilio, 2001. ISBN 8831777637 
  3. Ivana Delvino. I film di Mario Monicelli. [S.l.]: Gremese Editore, 2008. ISBN 8884404770 
  4. Roberto Chiti; Enrico Lancia; Roberto Poppi. Dizionario del cinema italiano: I Film. [S.l.]: Gremese Editore, 2002. ISBN 8884401372 
  5. Enrico Lancia. I premi del cinema. [S.l.]: Gremese Editore, 1998. ISBN 88-7742-221-1