Abrir menu principal

Mosaico de Unidades de Conservação do Jacupiranga

O Mosaico de Unidades de Conservação do Jacupiranga constitui o antigo Parque Estadual de Jacupiranga, que foi criado pelo Decreto-Lei Nº 145 de 8 de agosto de 1969. Em 2008, o parque foi divido em três, resultando nos parques estaduais da Caverna do Diabo, do Rio Turvo e do Lagamar de Cananéia.[1]

GeografiaEditar

Os principais ecossistemas encontrados são de Mata Atlântica (Floresta Tropical Pluvial). Também são encontradas formações geológicas.

LocalizaçãoEditar

Se localiza no estado de São Paulo na região do Vale do Ribeira de Iguape. Abrange os seguintes municípios: Jacupiranga (22.749,30 Ha); Barra do Turvo (79.139,89 Ha); Cananéia (23;032,89 Ha}; Iporanga (6.775,24 Ha); Eldorado (18.302,68 Ha.) e Cajati, totalizando uma área de 150.000 Ha e um perímetro de 369.000 m.

Suas coordenadas geográficas são: 24° 35' A 25° 10' Lat S - 48° 03' A 48° 40' Long W

AcessoEditar

Pela BR-116 (Rod. Régis Bitencourt) - Sede no Km 543. Distante 230 km da capital São Paulo. Distância da unidade às cidades mais próximas: Registro - 35 Km.

  Este artigo sobre Unidades de Conservação da Natureza é um esboço relacionado ao Projeto Brasil. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

Referências

  1. «Parque Estadual da Caverna do Diabo». Consultado em 8 de dezembro de 2015. Arquivado do original em 10 de dezembro de 2015