Paul Wittgenstein

pianista austríaco

Paul Wittgenstein (Viena, 11 de maio de 1887Nova Iorque, 3 de março de 1961) foi um pianista austríaco. Ele perdeu seu braço direito na Primeira Guerra Mundial, mas continuou a dar concertos apenas utilizando o braço esquerdo, e importantes compositores da época dedicaram-lhe obras.

Paul Wittgenstein
Nascimento 11 de maio de 1887
Viena
Morte 3 de março de 1961 (73 anos)
Manhasset
Cidadania Áustria, Estados Unidos
Progenitores
  • Karl Wittgenstein
  • Leopoldine 'Poldy' Kalmus
Cônjuge Hilde Schania
Filho(s) Elizabeth Wittgenstein, Paul Wittgenstein, Johanna Wittgenstein
Irmão(s) Margaret Stonborough-Wittgenstein, Ludwig Wittgenstein, Hermine Wittgenstein, Helene Wittgenstein, Dora Wittgenstein, Rittmeister Konrad Wittgenstein, Rudolf Wittgenstein, Johannes Wittgenstein
Ocupação pianista, músico, professor de música, compositor, colecionador de artepiano

BiografiaEditar

Paul Wittgenstein era irmão do filósofo Ludwig Wittgenstein. Estudou piano sob a orientação de Malvine Bree e, mais tarde, foi aluno de Theodor Leschetizky.

Iniciou sua carreira em 1913, porém durante a Primeira Guerra Mundial, Wittgenstein, que era soldado, foi gravemente ferido, e em seguida capturado pelos russos. Teve seu braço direito amputado e, após ganhar liberdade, voltou para o piano. Em seguida, pediu para compositores famosos escreverem música para ele tocar.

Richard Strauss, Paul Hindemith, Erich Wolfgang Korngold, Franz Schmidt e Benjamin Britten compuseram para ele.

Wittgenstein comissionou os concertos para a mão esquerda de Sergei Bortkiewicz, Maurice Ravel e Sergei Prokofiev. O Concerto para a Mão Esquerda de Ravel, gravado pelo próprio Wittgenstein, tornou-se muito conhecido. Mais tarde, pianistas que ficaram impossibilitados de tocar com a mão direita, entre eles, citam-se João Carlos Martins e Leon Fleischer, gravaram o concerto de Ravel.

BibliografiaEditar