Abrir menu principal

Paulo Aldebaran Lopes Cavalcanti, mais conhecido simplesmente por Paulo Cavalcanti (1961 – 26 de fevereiro de 2019) foi um jornalista e crítico musical brasileiro[1], conhecido por seus trabalhos nas revistas musicais Bizz – posteriormente Showbizz -, Shopping Music e Rolling Stone Brasil (onde era o responsável por editar os guias de CDs, livros, filmes, DVDs), além do jornal paulistano "Notícias populares"[2].

Notório pelo seu conhecimento enciclopédico, era considerado um dos maiores jornalistas de música do Brasil[3].

Em seus últimos anos de vida, estava trabalhando, ao lado de André Barcinski, em um documentário sobre a história do pop brasileiro[4].

Faleceu aos 57 anos vitimado por problemas cardíacos.

Referências

  1. g1.globo.com/ Paulo Cavalcanti, jornalista musical de conhecimento enciclopédico, morre aos 57 anos em São Paulo
  2. registadeu.com.br/ Paulo Cavalcanti foi um “Google musical” em carne e osso
  3. folha.uol.com.br/ Paulo Cavalcanti, ex-editor da revista Rolling Stone Brasil, morre aos 57 em São Paulo
  4. rollingstone.uol.com.br/ Morre o jornalista Paulo Cavalcanti, aos 57 anos